Logo E-Commerce Brasil

Venda de PCs caiu 11,2% no primeiro trimestre

Por: Vivianne Vilela

Diretora de Conteúdo do E-Commerce Brasil

Vivianne Vilela atua como Diretora de Conteúdo, do E-Commerce Brasil há mais de 11 anos. É responsável pela curadoria dos eventos, dentre eles o Fórum E-Commerce Brasil (maior evento de <nowrap>e-commerce</nowrap> das Américas). Passou mais de 7 anos trabalhando em projetos nacionais para promover a inclusão, transformação e expansão no uso da tecnologia dos pequenos negócios no Brasil pelo Sebrae Nacional.

mercado global de PCs registrou vendas de 79,2 milhões de unidades no primeiro trimestre, de acordo com dados preliminares divulgados pela empresa de pesquisas Gartner. O volume representa uma queda de 11,2% na comparação com o mesmo intervalo de 2012.

Essa foi a primeira vez desde o segundo trimestre de 2009 em que as vendas do segmento ficaram abaixo das 80 milhões de unidades. O período marcou também o quarto trimestre consecutivo de recuo na categoria. Todas as regiões apresentaram queda no volume, com Europa, Oriente Médio e África registrando o declínio mais acentuado, de 16%.

“Os consumidores estão migrando para o consumo de conteúdo dos PCs para outros dispositivos conectados, como os tablets e smartphones. Mesmo em mercados emergentes, nos quais a penetração do PC é baixa, não há expectativa de um forte crescimento para os fabricantes de PCs”, afirmou Mikako Kitagawa, analista do Gartner. O especialista acrescentou que, na contramão do mercado de PCs para consumo, a adoção de PCs no âmbito das empresas continua a crescer.

No ranking dos fabricantes, a disputa continua acirrada entre a Hewlett-Packard (HP) e a chinesa Lenovo. No trimestre, apesar de uma queda de volume de 23,6% na comparação anual, a HP liderou com um total de vendas de 11,68 milhões de unidades e uma participação de 14,8% na categoria. Logo em seguida, a Lenovo registrou a venda de 11,66 milhões de unidades, com uma participação de 14,7% e um crescimento de 0,1%.

Com um declínio de 11,2% e vendas de 8,73 milhões de unidades, a Dell se manteve na terceira colocação, atingindo uma participação de 11%. As vendas da companhia recuaram em todas as regiões, com exceção do mercado japonês. As taiwanesas Acer e a Asus completam a lista, com participações de 8,6% e de 6,8%, respectivamente. Entre as principais fabricantes, a Acer registrou a maior queda no período, de 29,3%.

 

Por: Folha de SP