Logo E-Commerce Brasil

Como escolher um sistema de gestão para seu e-commerce

Por: Júlia Rondinelli

Editora-chefe da redação do E-Commerce Brasil

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e especialização em arte, literatura e filosofia pela PUC-RS. Atua no mercado de <nowrap>e-commerce</nowrap> desde 2018 com produção técnica de conteúdo e fomento à educação profissional do setor. Além do portal, é editora-chefe da revista E-Commerce Brasil.

A escolha de um sistema de gestão integrada, também conhecido como ERP, é uma das decisões mais importantes para quem deseja começar um e-commerce. Isso porque será ele o responsável por integrar diversos setores da empresa, como compras, vendas, estoque, produção, logística, financeiro e controladoria.

E é exatamente por integrar tantas rotinas e áreas que ele precisa estar alinhado com os objetivos e o perfil do negócio. Assim, ele será capaz de permitir que suas funções se integrem cada vez mais (inclusive à cadeia operacional), facilitando e otimizando o fluxo de trabalho.

Mas a pergunta que fica é: como escolher um sistema ERP adequado para sua empresa? Quais são os critérios de escolha? É isso que você verá a seguir:

Identifique os principais problemas e as áreas prioritárias do seu negócio

O uso de um ERP impacta o modo como as atividades da sua empresa são executadas. Sendo assim, para que ele traga um alto retorno, é importante avaliar quais os principais gargalos e como um sistema de gestão integrado poderia solucioná-los.

Levante as situações que já mostraram necessitar mais cuidado — independente de serem voltadas à produção, comunicação, estoque etc. Alguns pontos comuns nos quais os ERPs costumam atuar são: dificuldades operacionais, integração entre setores e melhorias no acesso a dados.

Assim, conhecendo a forma com que cada um deles se relaciona com as atividades da empresa, é possível se preparar para escolher a melhor opção viável.

Escolha um ERP especializado no seu nicho

Hoje é possível encontrar no mercado muitos ERPS especializados, que conseguem atender muito bem certos nichos, atuando sobre todos os problemas e processos que possam ocorrer.

Essas ferramentas são especializadas em um setor específico da economia: serviços, indústria, distribuição, logística, varejo e etc. Ao escolher um ERP que se enquadra no seu nicho de atuação, seu negócio ganha velocidade na implementação e efetividade nas soluções.

Priorize os SaaS — Software as a Service

Os ERPs chamados de SaaS, Software as a Service, são softwares vendidos como um serviço, o que os tornam mais fáceis de implementar e ainda permitem acesso online remoto. Uma vantagem para você e sua equipe.

Eles também são cobrados de forma mensal, o que dilui o valor e facilita a aquisição. Os valores das mensalidades podem começar em R$ 50 e ultrapassar os R$ 500, dependendo da solução adquirida.

Avalie o custo-benefício

Fazer a avaliação do custo benefício que o ERP trará para sua empresa é essencial antes de definir a sua escolha.

Não basta ter um preço acessível e não entregar todas as funcionalidades que o seu negócio necessita para operar bem. Assim como não adianta o sistema ser complexo, com vários recursos, se ele não atende o que você precisa no dia a dia.

Estabeleça um orçamento ideal e dentro dele, verifique as opções do mercado, o que elas oferecem como funcionalidades, treinamentos e suporte. Levante os custos de implementação e também a mensalidade de cada uma das opções. Mas lembre-se sempre de avaliar o conjunto.

Resumindo: você precisa de um bom sistema de gestão integrada, que atenda à sua necessidade, seja customizável e tenha um preço justo pela qualidade que oferece. Então, você precisa do BSeller!

Ele é a única solução de tecnologia completa para Back Office de e-commerce, com módulos nativamente integrados de Gestão (ERP), Logística (WMS), Atendimento (SAC) e Transporte (TMS). Responsável por automatizar as operações da Americanas, Submarino e Shoptime há mais de 20 anos!

Leia também: Como planejar o estoque da sua loja virtual?