Logo E-Commerce Brasil

JET lança guia sobre e-commerce de Saúde e Beleza

Por: Júlia Rondinelli

Editora-chefe da redação do E-Commerce Brasil

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e especialização em arte, literatura e filosofia pela PUC-RS. Atua no mercado de <nowrap>e-commerce</nowrap> desde 2018 com produção técnica de conteúdo e fomento à educação profissional do setor. Além do portal, é editora-chefe da revista E-Commerce Brasil.

Como uma das líderes do mercado, a JET reconhece a importância de ajudar as empresas a explorarem todo o potencial do comércio eletrônico.

Para apoiar o desenvolvimento dos setores de saúde e beleza, um dos que mais cresceram em 2020 e 2021, a equipe de especialistas da JET elaborou um guia completo sobre esses segmentos.

O material, distribuído de forma gratuita, traz um panorama completo das mudanças que aconteceram no comportamento do consumidor, além de detalhar as estratégias que devem ser usadas neste momento para atrair e fidelizar os consumidores.

Com base nas experiências da China e dos EUA, o material detalha também as principais tendências para saúde e beleza no pós-pandemia.

Gustavo Chapchap, CMO da JET, explica que o principal hoje é o entendimento da importância conquistada pela omnicanalidade. “O público não diferencia ambientes on e off line, o que importa é o atendimento das suas demandas, o olhar atento para a oferta da melhor experiência com a marca”, afirma.

No Beleza e Saúde, guia completo para ter uma operação omnichannel foram reunidas diversas informações para que as empresas possam implantar este modelo de negócios de forma efetiva, extraindo os melhores resultados de cada canal e aproveitando todas as vantagens proporcionadas pela integração.

O conteúdo foi dividido nos seguintes tópicos principais:

1. Beleza e Saúde: muitas oportunidades para quem direcionar corretamente os investimentos.

2. As “dores” do consumidor de saúde e beleza. Os tempos mudaram, assim como o perfil dos clientes.

3. Conveniência é escolher como quer comprar: omnicanalidade não é tendência, é pendência.

4. Toda marca deve ir aonde o consumidor está: como vender e se relacionar pelo WhatsApp.

5. Estratégias bem sucedidas começam sempre da mesma forma: cliente no centro!

“A área de Saúde e Beleza deve continuar em ascensão, mas para aproveitar todo o seu potencial de crescimento é importante atentar para as mudanças no comportamento do consumidor”, confirma Gustavo, observando que ter uma operação omnichannel amplia as oportunidades de contato e de relacionamento com o cliente, assim como torna os processos de gestão mais eficientes.

Sobre a escolha da plataforma, uma das questões para o segmento de saúde e beleza é o nível de flexibilidade oferecida pelo desenvolvedor. O ideal é que o e-commerce possa escolher as opções que são mais adequadas ao seu negócio.

Pode parecer óbvio, mas muitos sistemas são bastante “engessados”, demandando altos investimentos no processo de customização.

Especificamente no setor de Saúde e Beleza, considere ainda se a plataforma disponibiliza recursos como:

  • Facilitador de compra;
  • Compra programada;
  • Televendas;
  • Venda via WhatsApp.

Para baixar o eBook de Saúde e Beleza e entender melhor as estratégias que têm dado resultado nesta área, basta acessar o link.

Leia também: Pipeline Capital apresenta mapa do ecossistema de e-commerce brasileiro de 2021.