Logo E-Commerce Brasil

Brasileiros perdem R$ 2,7 bilhões em golpes online de veículos em 2023, mostra OLX

Por: Júlia Rondinelli

Editora-chefe da redação do E-Commerce Brasil

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e especialização em arte, literatura e filosofia pela PUC-RS. Atua no mercado de <nowrap>e-commerce</nowrap> desde 2018 com produção técnica de conteúdo e fomento à educação profissional do setor. Além do portal, é editora-chefe da revista E-Commerce Brasil.

Apesar de uma redução de 60% nos casos em 2023, as fraudes em compras online continuam afetando muitos consumidores. São Paulo lidera com 28% das ocorrências, seguido por Minas Gerais (8%), Rio de Janeiro (7%) e Bahia (6%).

Em 2023, mais de 91 mil brasileiros foram vítimas de golpes na compra e venda de veículos online, de acordo com um estudo da OLX, uma das maiores plataformas de compra e venda online do país. Mesmo com uma redução de 60% no número de golpes em comparação a 2022, as fraudes continuam sendo um problema significativo, resultando em perdas de R$ 2,7 bilhões no último ano.

São Paulo é o estado com o maior número de casos, representando 28% das fraudes, seguido por Minas Gerais (8%), Rio de Janeiro (7%) e Bahia (6%). Os carros são os alvos principais dos golpistas, correspondendo a 64% das fraudes, seguidos por motos (31%) e caminhões (5%).

“A combinação de tecnologia avançada e educação digital do usuário foi crucial para a redução dos golpes”, explica Beatriz Soares, VP de Produto da OLX. “Ferramentas de inteligência artificial e aprendizado de máquina estão sendo utilizadas de forma cada vez mais eficaz na prevenção de fraudes online. Além disso, é fundamental que os brasileiros estejam bem informados sobre os riscos e saibam como se proteger.”

As marcas de automóveis mais visadas em 2023 foram Chevrolet (26%), Volkswagen (19%), Fiat (17%), Toyota (8%), Ford (7%), Honda e Hyundai (5%), Renault (3%), Jeep e Nissan (1% cada). Entre os modelos mais envolvidos em fraudes estão o Celta e o Gol (9% cada), seguidos pelo Palio (6%) e Corsa (5%). Outros modelos como Uno e Corolla também foram alvos frequentes, com 4% das fraudes cada um, seguidos por Hilux, Onix e Civic (3% cada), e HB20, Saveiro, Strada e Ka (2% cada).

Medidas de prevenção contra fraudes

Para evitar ser vítima de golpes, a OLX recomenda:

  • Negociar diretamente com o proprietário ou comprador do veículo, evitando intermediários não autorizados;
  • Marcar visitas para ver o veículo pessoalmente, preferencialmente em locais públicos e movimentados;
  • Solicitar uma Vistoria Cautelar em uma empresa credenciada pelo Detran antes de concluir a compra;
  • Realizar pagamentos somente em contas no nome do proprietário e verificar os dados diretamente com ele;
  • Confirmar os dados bancários antes de vender o veículo;
  • Realizar a transferência no cartório e só efetuar o pagamento após a conclusão da transação.