Logo E-Commerce Brasil

Inteligência artificial e sustentabilidade: desafios e oportunidades para o e-commerce brasileiro

Por: Redação E-Commerce Brasil

Equipe de jornalismo E-Commerce Brasil

O mercado de e-commerce tem se mostrado cada vez mais promissor nos últimos anos, impulsionado pela disrupção tecnológica e mudanças climáticas que têm impactado diretamente os negócios em todo o mundo. De acordo com a 27ª Global CEO Survey, pesquisa anual realizada pela PwC, 70% dos CEOs brasileiros do setor de Consumo e Varejo acreditam que a inteligência artificial exigirá que suas empresas desenvolvam novas habilidades para se manterem competitivas.

Mulher segurando uma sacola de papel com símbolo de reciclagem impresso
Somente 41% dos participantes no Brasil (45% no mundo) acreditam que suas empresas serão viáveis nos próximos dez anos caso mantenham a trajetória atual

Além disso, a pesquisa revelou que 63% dos líderes entrevistados acreditam que a IA generativa terá um grande impacto na forma como suas empresas criam, entregam e capturam valor. Essa tendência tem levado as empresas a investirem cada vez mais no desenvolvimento de produtos com menor impacto climático, buscando atender às demandas de consumidores preocupados com questões ambientais.

Baixa aderência à sustentabilidade no varejo

No entanto, apesar do avanço no desenvolvimento de ="noreferrer noopener">produtos sustentáveis, a pesquisa também aponta para uma inquietação crescente entre os CEOs em relação à durabilidade de seus negócios. Isso porque apenas 41% dos participantes no Brasil (45% no mundo) acreditam que suas empresas serão viáveis nos próximos dez anos caso mantenham a trajetória atual. No setor de varejo, esse número é ainda menor, com 30% dos líderes confiantes na sustentabilidade de seus negócios.

Outro destaque da pesquisa é o compromisso ambiental do setor de consumo e varejo brasileiro, que se mostra acima da média geral em projetos de descarbonização. Porém, ainda há um longo caminho a percorrer, já que os planos para outras ações climáticas ainda são tímidos. Um dado interessante é que 40% dos líderes entrevistados afirmam que suas empresas aceitariam taxas mínimas de retorno para investimentos em projetos de baixo impacto climático, demonstrando uma preocupação genuína com o meio ambiente.

Diante desse cenário, fica evidente que o mercado de e-commerce enfrenta desafios significativos, mas também oferece grandes oportunidades para aqueles que souberem se adaptar às mudanças tecnológicas e ambientais. A inteligência artificial e a sustentabilidade são temas cada vez mais presentes no mundo dos negócios, e as empresas que conseguirem se destacar nessas áreas certamente terão vantagem competitiva no mercado.