Publicidade: Banner
Logo E-Commerce Brasil

Dia do Consumidor registra mais de R$ 150 milhões em fraudes evitadas, aponta ClearSale

Cada vez mais conhecido no Brasil, o Dia do Consumidor em 2022 teve um aumento de 7,8% no número de fraudes evitadas no e-commerce brasileiro, subindo de 112.593 pedidos potencialmente fraudulentos em 2021 para 121.346 neste ano. O que equivale a R$ 150,36 milhões em fraudes evitadas no varejo virtual em 2022, contra R$ 132,62 milhões no ano passado – crescimento de 13,4%.

O estudo realizado pela ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude nos mais diversos segmentos, levou em conta no comparativo o período de 02 a 15 de março, e analisou somente pedidos pagos com cartão de crédito.

“Os números refletem o crescimento do e-commerce ao todo: quanto mais brasileiros ingressam no varejo online, maior também é a quantidade de criminosos para tentar fraudar as transações. Além disso, as datas sazonais fazem com que o tráfego de pessoas seja mais intenso por conta das promoções, gerando uma atenção maior por parte dos fraudadores”, afirma Omar Jarouche, Diretor de Marketing e Soluções.

Categorias mais fraudadas no Dia do Consumidor

As categorias que geraram maior número de fraudes evitadas neste ano foram: Celular, Eletrônicos, Eletrodomésticos, Automotivo e Ar-Condicionado. Em 2021, a lista foi composta por Celular, Bebidas, Ar-Condicionado, Eletrônicos e Eletrodomésticos.

Já analisando pelo valor dos produtos, as com maior índice de possíveis ações fraudulentas foram: Eletrônicos, Ferramentas, Automotivo, Homecenter e Celular. No ano passado, o ranking foi preenchido por Eletrônicos, Bebidas, Celular, Ar-Condicionado e Informática.

Leia também: Vendas no Dia do Consumidor crescem 22%, com faturamento na data de R$ 722 milhões

Publicidade: Banner