Logo E-Commerce Brasil

Existe e-commerce perfeito? O que fazer para aumentar a satisfação dos seus clientes

Por: Wesley Dias

Gerente de E-commerce na Alimentos Tia Sônia

Wesley Dias é um profissional apaixonado por E-commerce e Marketing Digital, atuando nesse segmento desde 2010. Atualmente é Gerente de E-commerce na Alimentos Tia Sônia e também oferece consultoria em E-commerce. Com formação em Informática, Administração de Empresas e Marketing, possui uma sólida experiência em estratégias de crescimento, evidenciada por sua liderança em projetos bem-sucedidos no setor de <nowrap>e-commerce</nowrap>.

Você já ouviu falar sobre um conceito conhecido como “o paradoxo da satisfação do serviço” ou “o paradoxo da falha do serviço”?

A ideia é simples: quando sua empresa comete um erro e depois o corrige de forma eficaz, seus clientes podem ficar até mais satisfeitos do que se não tivesse ocorrido nenhum erro. Curioso, não acha?

No e-commerce, muitas falhas podem ocorrer, e cada uma delas é uma oportunidade para ganhar a confiança e a lealdade do cliente, desde que sejam adequadamente gerenciadas.

Esse conceito é frequentemente ligado ao estudo do “gerenciamento da recuperação de serviços”, que se preocupa com o que uma marca faz em resposta à falha de um serviço ou produto.

Se o problema for resolvido corretamente, o cliente pode ver a empresa de maneira mais positiva devido à sua capacidade de corrigir erros e de sua disposição para assumir a responsabilidade.

A ideia é que, quando um problema é identificado e tratado adequadamente, os clientes veem a empresa como confiável e atenciosa, o que pode melhorar a percepção geral do serviço.

Um bom exemplo disso vem de pesquisas de marketing de serviços, como o estudo “Service Recovery Paradox: True But Overrated?”, por Roggeveen et al. (2012), que destaca que o efeito paradoxal só ocorre sob certas condições – por exemplo, quando a falha inicial do serviço não foi muito grave.

No ambiente de e-commerce, há muitas possíveis falhas que podem ocorrer, e cada uma delas também é uma oportunidade para ganhar a confiança e a lealdade do cliente, desde que sejam adequadamente gerenciadas.

Seguem algumas falhas comuns que podem ocorrer no e-commerce e como você pode transformá-las em oportunidades:

1. Atrasos na entrega

É uma das queixas mais comuns dos clientes de lojas virtuais. Se um atraso é inevitável, a loja pode entrar em contato com o cliente proativamente, explicar a situação e oferecer uma compensação, como um desconto na próxima compra.

2. Produtos danificados ou errados

Se o cliente receber um produto danificado ou errado, a loja pode oferecer uma troca gratuita e talvez um benefício adicional, como um vale-presente e um pedido de desculpas pelo erro.

3. Problemas com a plataforma

A plataforma pode ter problemas técnicos que impedem os clientes de concluir o pedido. A empresa pode manter os clientes informados sobre o progresso na resolução do problema e oferecer um pequeno desconto para incentivá-los a voltar e concluir suas compras.

4. Problemas com o pagamento

Se houver um problema com o pagamento, como um cartão de crédito que não é aceito ou uma transação que não é concluída, a loja pode entrar em contato com o cliente para ajudá-lo a resolver o problema e concluir a compra.

5. Atendimento ao cliente insatisfatório

Se um cliente tem uma experiência ruim com o atendimento, a empresa pode treinar sua equipe para lidar melhor com essas situações e seguir com o cliente para garantir que ele esteja satisfeito com a resolução.

6. Estoque esgotado

Se um produto estiver esgotado, a empresa pode oferecer notificações por e-mail quando o produto estiver novamente disponível (avise-me quando chegar) e talvez até oferecer a oportunidade de pré-venda.

Essas falhas são oportunidades para mostrar aos clientes que a marca se importa com sua satisfação e está disposta a fazer um esforço extra para garantir que eles tenham uma experiência positiva.

Com a gestão correta, esses momentos podem realmente fortalecer a relação entre a empresa e o cliente e contribuir para a sua fidelização.

Contudo, é importante salientar que nem sempre o paradoxo da recuperação de serviço se verifica. Por vezes, a falha do serviço pode ser tão negativa que a recuperação subsequente não consegue restaurar a satisfação do cliente para os níveis anteriores. Também pode haver casos em que a recuperação é mal gerenciada, levando a ainda mais insatisfação do cliente.

De modo geral, embora seja importante para as empresas resolverem eficientemente os problemas dos clientes, a prevenção de problemas no início do processo é sempre a melhor estratégia. Como diz o ditado: “Prevenir é melhor do que remediar”.