Logo E-Commerce Brasil

Cresce vendas para festas juninas no e-commerce após 2 anos sem celebração

Por: Júlia Rondinelli

Editora-chefe da redação do E-Commerce Brasil

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e especialização em arte, literatura e filosofia pela PUC-RS. Atua no mercado de <nowrap>e-commerce</nowrap> desde 2018 com produção técnica de conteúdo e fomento à educação profissional do setor. Além do portal, é editora-chefe da revista E-Commerce Brasil.

Após dois anos sem eventos presenciais por conta da pandemia, a volta das festas típicas em 2022 registram crescimento no comércio online. Segundo levantamento da OLX, o volume de anúncios de itens relacionados à festa junina subiu 85% em junho em comparação ao mês anterior, com aumento de 225% na procura e de 396% nas vendas.

No comparativo de junho deste ano com o mesmo período do ano passado, o número de anúncios teve aumento de 75%, enquanto que o de procura e venda subiu cerca de 172%.

Entre os itens, é possível encontrar na plataforma vestidos, chapéus e acessórios para cabelo, além de cestas e kits relacionados ao tema.

“A retomada dos eventos refletiram também nos números da OLX, pois cada vez mais as pessoas procuram pelo melhor custo-benefício para quem compra e também para quem vende. Acreditamos que não é porque é um item usado que não é novo para outra pessoa”, explica Regina Botter, general manager da OLX.

Não pode faltar comida

Um outro levantamento, realizado pelo Mercado Livre entre os dias 30 de maio e 06 de junho, mostrou que houve aumento também nas buscas por alimentos típicos para a festa. Em comparação à semana anterior, o marketplace registrou aumento de 43% nas vendas pelo quitute essencial para o preparo da paçoca e do pé de moleque.

Outras guloseimas encontradas nos arraiás também venderam bem, como é o caso dos chocolates e doces típicos, com aumento de 39%, e da pipoca e da canjica em grãos, com aumento de 37%.

Além disso, para o tradicional quentão, houve aumento de 10% nas vendas de cachaça.

A Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas), viu com otimismo o retorno das festas populares: “A festa junina movimenta fortemente o consumo de amendoim, sendo o produto com alto custo-benefício, alto valor nutricional, e que faz parte cada vez mais do dia a dia do brasileiro”, afirma Ubiracy Fonsêca, presidente da entidade.

Leia também: TikTok busca acalmar senadores norte-americanos sobre segurança de dados dos EUA.