Publicidade: Banner
Logo E-Commerce Brasil

Caminhos e possibilidades para construir a personalização da jornada do cliente no D2C

Por: Dinalva Fernandes

Jornalista

Jornalista na E-Commerce Brasil. Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi e pós-graduada em Política e Relações Internacionais pela FESPSP. Tem experiência em televisão, internet e mídia impressa.

No Fórum Indústria Digital, o tema da personalização e experiência do cliente foi novamente abordado. Rubens Cox, Senior Growth Manager da Insider, falou um pouco sobre a importância de trabalhar no D2C a jornada dos clientes nas indústrias digitais.

A Insider é uma empresa de marketing digital e atua com personalização para algumas empresas varejistas como Mobly, Casas Bahia, Leroy Merlin e indústrias como a Unilever, Samsung, Ikea etc, mantendo diversas
parcerias internacionais.

De acordo com Cox, indústrias que adotaram plataformas de personalização de vendas obtiveram mais sucesso de vendas e chegaram a alcançar um aumento de 110% dos pedidos e 30% do ticket médio. Além desses dados, a pesquisa demonstrou que o usuário não quer mais ser tratado como qualquer cliente, agora ele busca uma personalização no atendimento, se interessa por ofertas que condizem com seu perfil e estilo de vida.

Embora ainda existam desafios para implantação de uma experiência totalmente personalizada (dificuldade de captar dados, integrar a jornada e poucos recursos), apostar nesse caminho é uma forma de melhorar suas vendas e
aumentar a base de clientes.

E como algumas grandes marcas estão fazendo?

O palestrante traz cases de empresas como Adidas que, na Europa, está utilizando um motor de produtos da Insider
que recomenda produtos específicos para cada usuário e com uma ordem específica. Uma inteligência artificial específica recomenda qual é o tipo de produto que mais converte para cada usuário.

Enquanto a MAC utiliza um template que replica o modelo do stories do Instagram e disponibiliza os produtos por categorias, aumentando cerca de 43% da sua taxa de conversão, a Philips seguiu por um caminho semelhante e adotou o “social proof”, uma plataforma que replica a experiência da loja, gerando um aumento de 10% na receita.
Algumas estratégias podem ser adotadas para alavancar suas vendas e oferecer uma compra mais personalizada para o seu cliente, como por exemplo:

  • Apostar em cupons: disparar para um usuário recorrente que não finaliza/tem interesse na compra de um cupom de countdown para incentivar a finalização;
  • Usar o algoritmo: a Insider possui um algoritmo que identifica a saída do usuário do site através do scrolling e oferece um cupom para fazê-lo voltar ou permanecer;
  • Web push: em caso de carrinhos abandonados, envie um lembrete para que o cliente retorne e conclua a compra.

Por fim, manter os canais de integração alinhados e personalizados também é uma ferramenta aliada para aumentar a receita e o engajamento. De acordo com o executivo, identificar as preferências do cliente é uma forma de simplificar seu caminho para a compra e também para a personalização da plataforma de compra.

Por Amanda Lucio, em cobertura especial para o Fórum Indústria Digital

Leia também: Como as mudanças no comportamento do consumidor demandam a adoção do omnichannel

Publicidade: Banner