Logo E-Commerce Brasil

Compre e Confie: impacto do coronavírus no e-commerce em março

Por: Júlia Rondinelli

Editora-chefe da redação do E-Commerce Brasil

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e especialização em arte, literatura e filosofia pela PUC-RS. Atua no mercado de e-commerce desde 2018 com produção técnica de conteúdo e fomento à educação profissional do setor. Além do portal, é editora-chefe da revista E-Commerce Brasil.

Estudo realizado pelo movimento Compre e confie estabelece a relação do coronavírus no Brasil com relação às compras realizadas no e-commerce. Para isso, leva em consideração uma análise das movimentações online do período de 23 dias após o primeiro caso no país em comparação a 2019.

De acordo com o relatório, houve aumento tanto do número de pedidos quanto do faturamento, mas uma ligeira diminuição do ticket médio. O aumento no número de pedidos é o mais considerável e alcançou 30%.

O gráfico abaixo mostra de maneira mais detalhada a variação de vendas entre 2019 e 2020 em virtude dos primeiros casos do coronavírus no país.

Variação no volume total de pedidos em compras de e-commerce (Fev-Mar 2020 x Fev-Mar 2019)/Fonte: Compre e Confie.

O período de maior destaque é o da semana do consumidor, na qual houve perceptível mudança do padrão de consumo. Ainda assim, o aumento de vendas é perceptível em ambos os anos em virtude da data.

Leia também: Dia do consumidor: vendas online crescem 18% após coronavírus, segundo Ebit/Nielsen.

A variação do faturamento entre os dois anos acompanha o aumento das vendas e cresceu 28%.

Variação por categoria

Em comparação ao ano passado, as categorias de Saúde, Beleza e Perfumaria foram as que conquistaram maior destaque e aumento com relação ao volume de pedidos e em variação de faturamento.

 

t-90725" class="wp-caption-text">Variação no volume de pedidos/Fonte: Compre e Confie.

A categoria Saúde obteve 65% mais vendas e um aumento considerável de 111% em variação de faturamento.

Variação de faturamento por categorias/Fonte: Compre e Confie.

Produtos mais vendidos em Saúde

Como destaque das vendas de março deste ano, o álcool em gel obteve a maior variação. O álcool, assim como sabonetes para os cuidados com a higiene, sobretudo das mãos, é uma das maneiras mais efetivas de se proteger contra o vírus.

Comparação dos produtos de saúde mais vendidos (Fev-Mar 2020 x Fev-Mar 2019)/Fonte: Compre e Confie

Por Júlia Rondinelli, para a redação E-Commerce Brasil.