Redação E-Commerce Brasil

Elemento mais importante de uma compra online: para 40% é a confiança na marca

Sexta-feira, 23 de julho de 2021   Tempo de leitura: 2 minutos

Pesquisa da Intelipost em parceria com o E-Commerce Brasil buscou investigar o que os consumidores esperam da entrega no e-commerce.

Para 40% dos respondentes, o elemento mais importante ao realizar uma compra online é a confiabilidade de marca.

22% afirmaram que é o valor do frete e 14% consideram que são as recomendações em sites ou por conhecidos.

Outras respostas:

  • 9% prazo de entrega flexível;
  • 9% diferentes opções de entrega (retira na loja, lockers, etc);
  • 5% métodos de pagamento oferecidos.

Preferência de canais

Quando questionados sobre em qual canal preferem realizar compra de acordo com a categoria, foi possível separar os consumidores em:

E-commerce

  • Eletro-eletrônicos;
  • Esporte e lazer;
  • Informática;
  • Loja de departamento;
  • Material de escritório;
  • Saúde, Cosméticos e Cuidados;
  • Pet.

Loja física

  • Alimentos e bebidas;
  • Automotivo;
  • Construção e ferramentas;
  • Moda, calçados e acessórios;
  • Moveis.

Processo de compra

Para 54% dos respondentes, é indispensável durante o processo de compra a atualização em tempo real sobre o status do pedido.

Já para 39% dos respondentes, o indispensável é a segurança de que o prazo de entrega será cumprido.

Por fim, 4% responderam considerar indispensável a diversidade e a unidade nos canais de atendimento.

Prazo de entrega

Em relação às preferências de frete, 59% responderam que preferem comprar com antecedência para pagar um frete menor. Enquanto isso, 19% preferem pagar mais para receber mais rápido.

15% responderam que preferem receber com horário agendado e 7% preferem retirar na loja quando possível.

Trocas e devoluções

Quando o assunto é a troca ou a devolução de produtos comprados online, 75% responderam que preferem solicitar a coleta do produto em casa.

Outras respostas:

  • 9% levar o produto até um ponto de coleta;
  • 8% levar o produto até uma loja da marca;
  • 6% levar o produto até uma agência dos Correios.

Leia também: Relatório: plataformas do Google movimentaram R$ 67 bilhões no Brasil em 2020.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER