Redação E-Commerce Brasil

Relatório: plataformas do Google movimentaram R$ 67 bilhões no Brasil em 2020

Quinta-feira, 22 de julho de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

O ano de 2020 trouxe desafios sem precedentes para os brasileiros. Diante da necessidade de reinvenção dos negócios provocada pela pandemia, o digital foi o caminho para que empreendedores e organizações de todos os tamanhos pudessem atravessar a fase mais aguda da crise e enxergar dias melhores. E o Google foi um parceiro que auxiliou essas pessoas e empresas a acelerarem seu processo de digitalização, atuando como um motor para o crescimento do país.

Uma das evidências disso está no Relatório de Impacto Econômico divulgado nesta terça-feira, 20, pelo Google. O documento mostra que, somente no ano passado, a Busca e as plataformas de publicidade do Google, o Google Play e o YouTube ajudaram a movimentar R$ 67 bilhões em atividade econômica no Brasil, número 30% maior do que em 2019. Além disso, mais de 207 mil empresas, publishers, organizações sem fins lucrativos, criadores de conteúdo e desenvolvedores de todo o país foram beneficiados pelas ferramentas consideradas no estudo.

“As empresas aceleraram sua digitalização durante a pandemia e estão colhendo os resultados, provando que a internet é, cada vez mais, uma ferramenta de propulsão da atividade econômica”, afirma Fabio Coelho, presidente do Google Brasil. “O Relatório de Impacto Econômico confirma nossa busca incessante para que nossos produtos continuem a ser úteis e relevantes para todos os brasileiros, promovendo diversidade, cultura e inclusão”.

O cálculo para chegar na estimativa de impacto econômico do Google foi feito a partir de uma metodologia desenvolvida pelo economista-chefe do Google, Hal Varian, e é baseada na somatória de alguns critérios:

  • o retorno estimado que os anunciantes tiveram do investimento feito em 2020 no Google Ads e o retorno que as empresas têm ao aparecer de maneira orgânica nos resultados da Busca;
  • os valores pagos no ano passado aos editores de conteúdo, parceiros do Google AdSense;
  • as doações de anúncios gratuitos oferecidas em 2020 a organizações sem fins lucrativos, por meio do Google Ad Grants;
  • os valores pagos a criadores de conteúdo do YouTube em 2020;
  • os pagamentos a desenvolvedores do Google Play no ano passado.

A pandemia ofereceu uma oportunidade de reestruturar negócios e possibilitou que muitas empresas superassem o momento de incertezas com a ajuda da web. “São histórias como a do palhaço Chochou, que aprendeu a anunciar por meio de nossas plataformas para divulgar que também estava fazendo apresentações on-line”, afirma Coelho. “Ou das empreendedoras por trás dos produtos da Xique Xique Brasil, que perceberam que havia espaço para atender uma demanda crescente de mães que passaram a comprar o enxoval de bebê pela internet”.

Compromisso com o Brasil

Além de movimentar a atividade econômica, o Google também destinou mais de R$ 150 milhões para apoiar diferentes iniciativas para o enfrentamento dos efeitos da pandemia, com doações diretas para iniciativas de combate à fome, ou cedendo créditos de Ad Grants para a veiculação de campanhas de utilidade pública.

Mesmo com os desafios impostos pela pandemia, o Brasil segue sendo um dos mercados mais importantes em número de usuários para os principais produtos do Google: Busca, Android, Chrome, YouTube, Maps, Play, Fotos, Drive e Gmail. Em 20 de julho, o Google completa 16 anos de presença no país, com mais de 1,2 mil funcionários. A empresa conta com um escritório em São Paulo, um Centro de Engenharia em Belo Horizonte, um Campus do Google for Startups em São Paulo e um Partner Plex para clientes, também na capital paulista.

O relatório completo, com nossas ferramentas, metodologia e histórias de sucesso do ano de 2020, pode ser conferido em g.co/impactoeconomico.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.