Logo E-Commerce Brasil

Google Analytics na prática: entenda o que é e como configurar

Por: Lucas Vanin

Carreira focada em Marketing Omnichannel, formado em Marketing pelo Mackenzie e MBA em Gestão e Estratégias de Negócios pela FGV, tem grande experiência em digital, <nowrap>e-commerce</nowrap>, varejo e mercado B2B. Passou por empresas como Caçula de Pneus (Pirelli), Food Fast (Sydney - Austrália), Wow Nutrition, Meta&Actio Investimento (XP Inc. Associate), One Digital (Publicis Group) e agora é Coordenador de Marketing e Comunicação na WEBJUMP. Um jovem ambicioso que está sempre em busca de novos conhecimentos para melhorar suas habilidades, perfil de liderança com fortes características comerciais e constante percepção dos pilares de marketing, não apenas os 4 Ps (Preço, Produto, Promoção e Praça), mas também Pessoas e Processos.

O que é Google Analytics?

Importante ferramenta de análise e monitoramento de tráfego de sites – incluindo e-commerce, blogs e landing pages -, o Google Analytics ou GA, como também é conhecido, é um instrumento que busca entender o perfil e o comportamento dos visitantes que navegam por um site.

A ferramenta, que é oferecida de forma gratuita pelo Google, permite, dentre diversos outros dados, monitorar as páginas mais acessadas do site, total de visitantes, conversões, origem do tráfego, quais dispositivos foram usados pelos visitantes que acessaram sua página, acessos únicos e taxa de rejeição.

Ao apontar onde seu site está tendo sucesso e onde é preciso aplicar melhorias, o Google Analytics tornou-se uma ferramenta praticamente obrigatória para aqueles que querem entender melhor seus clientes e usuários, traçar estratégias inteligentes e tomar decisões assertivas para seu negócio. Em outras palavras, o GA é essencial para aqueles que querem ter um negócio de sucesso.

Por que usar Google Analytics?

Na certa você já ouviu a expressão “dar um tiro no escuro” e, acredite, ela faz total sentido quando falamos de Google Analytics. Hoje, não usar o GA em sites, blogs, landing pages e lojas virtuais é exatamente atirar sem saber para qual direção a bala está indo.

Em suma, não conhecer os pontos fortes e fracos de seu negócio, assim como não compreender as dores, o perfil e o comportamento dos usuários que acessam sua página, é não ter direcionamento para tomar decisões estratégicas e direcionadas – e isso não é nenhuma novidade. Afinal, já disse o estatístico William Edwards Deming, “não se gerencia o que não se mede”.

Os principais benefícios do Google Analytics

Além de coletar, medir, produzir análises e relatórios com base em todos os dados que trafegam por entre as páginas do seu site, o que confere informações valiosíssimas sobre seu negócio e seus usuários, o Google Analytics ainda oferece muitos outros benefícios. Os principais você confere a seguir:

Conheça quem é seu público

Mais do que entender o perfil de seus usuários, o GA também oferece informações riquíssimas sobre o comportamento deles. Para isso, a ferramenta analisa tópicos como taxa de rejeição, que mede a porcentagem de pessoas que acessaram seu site e não continuaram a navegação por ele, e usuários novos ou recorrentes, métricas que dimensionam quem está visitando seu site pela primeira vez e quem é fiel à sua página na Internet.

Para um e-commerce, principalmente, a taxa de usuários recorrentes ainda traz uma percepção sobre o investimento que está sendo gasto para trazer pessoas para o site – se a loja online tem muitos usuários recorrentes, significa que ela está gastando menos para trazer essas pessoas.

Saiba de onde visitantes estão acessando sua página

Entender de qual região vem a maioria do tráfego, receita e conversão do seu site não só traz uma noção da(s) localidade(s) onde ele tem performado melhor, como também produz insights inestimáveis e poderosos no que se refere à oportunidade. Isso porque identificar onde seu site não tem se saído tão bem é uma ótima chance para replanejar e criar ações que sejam mais interessantes e aderentes para o público daquela localidade.

Entenda como os usuários chegam ao seu site

Tráfego orgânico, links patrocinados, ads, redes sociais… como as pessoas encontram seu site? Essa é mais uma pergunta que pode ser respondida pelo GA. Esse tipo de informação é extremamente importante para os profissionais do marketing, que podem mensurar seus investimentos e calcular o ROI (Return Over Investment – Retorno sobre investimento, em português) de cada campanha realizada.

Utilize o melhor horário para realizar ações

Informações como quais dias da semana e horários em que os usuários mais acessam e interagem com seu site são excelentes no que diz respeito ao planejamento das ações que você pretende fazer em sua página. Com tais dados em mãos, fica mais fácil programar ações para atingir o maior número de visitantes possível.

Verifique os dispositivos mais utilizados

A responsividade de um site, isto é, a capacidade das páginas se adaptarem às telas de dispositivos móveis de diversos tamanhos, é imprescindível atualmente. Este, inclusive, é um tópico que influencia os resultados de buscas.

Em suma, sites responsivos têm muito mais chances de aparecer em uma melhor colocação nos mecanismos de buscas do que os sites não responsivos. Vale lembrar que esse não é o único item levado em consideração quando falamos sobre resultados de buscas.

Considerando que cada vez mais pessoas utilizam smartphones para fazer compras e pesquisas, por exemplo, também é necessário atentar-se à necessidade – ou não – de investir no desenvolvimento de aplicativos e outras ações voltadas especificamente para mobile.

Com o GA, é possível saber quais tipos de dispositivos seus usuários estão usando para acessar seu site, isto é, se estão visitando sua página por meio de um desktop ou de um dispositivo móvel. No caso dos dispositivos móveis, o Google Analytics informa, inclusive, o sistema operacional do aparelho – se é Android ou iOS, por exemplo.

Como instalar e configurar o Google Analytics

A instalação do GA pode ser feita de uma maneira bem simples. Confira:

  1. Primeiro, é necessário criar uma conta do Google;
  2. Com a conta criada, acesse o site do Google Analytics e clique na opção “Criar uma conta”. Nesse momento, você deve inserir a conta do Gmail que criou no primeiro tópico deste passo a passo;
  3. Clique em “Inscrever-se” e preencha os dados solicitados;
  4. Ao finalizar essa etapa, você receberá um código de acompanhamento, que será usado em breve;
  5. Nesse ponto da instalação do GA, é necessário definir alguns itens como nome da conta, nome do site, URL do site e fuso horário – atenção para o último tópico, pois caso o fuso horário não seja ajustado corretamente, a análise referente ao comportamento dos seus usuários e o horário de maior interação com seu site impactará negativamente toda a sua estratégia de marketing;
  6. Voltando ao código de acompanhamento, esse é o momento de inseri-lo no código-fonte das páginas do seu site. É possível que para realizar esse processo seja necessária a ajuda de um programador – se inserido de forma errada, o GA pode não funcionar e/ou, futuramente, causar problemas;
  7. Clique em salvar e pronto! O Google Analytics iniciará a coleta dos dados do tráfego do seu site.

Leia também: Parâmetros UTM do Google Analytics: o guia definitivo com 20 exemplos para monitorar suas campanhas