Logo E-Commerce Brasil

SHEIN anuncia expansão do marketplace no mercado brasileiro a partir do Rio de Janeiro

Por: Amanda Lucio

Jornalista e Repórter do E-Commerce Brasil

A SHEIN anuncia que vai expandir o marketplace da marca no Brasil em 2024, focando nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O projeto de expansão deve começar pelo RJ no primeiro trimestre do ano e depois seguir para os demais estados.

Dois smartphones com a tela aberta no aplicativo da Shein.
(Imagem: Shein/Divulgação)

O marketplace foi oficialmente lançado no país em abril de 2023 e o modelo de negócio já representa 55% das vendas da companhia no Brasil. São cerca de 15.000 vendedores cadastrados na plataforma.

Raul Jacob, Diretor de Marketplace da SHEIN, comentou “Estamos acompanhando um crescimento expressivo do nosso marketplace localmente. Em novembro de 2023, contávamos com 10.000 vendedores e, em apenas três meses, aumentamos em 50% este número, chegando a 15.000 lojistas.

Os planos de expansão do marketplace da SHEIN no Brasil são parte da meta de alcançar 85% das vendas locais até o final de 2026.

Aceleração no Rio de Janeiro

O tplace-e-vendas-de-janeiro-de-2024" data-type="ecbr-news" data-id="171133" target="_blank" rel="noreferrer noopener">Rio de Janeiro foi escolhido para ser o primeiro estado do projeto de expansão pela sua localidade estratégica e alto potencial de faturamento. A região já conta com 500 vendedores cadastrados na região e a meta é aumentar esse número para 2.000 até o final de março de 2024.

Do estado, serão 14 cidades-foco que farão parte do projeto:

  • Rio de Janeiro;
  • Niterói;
  • Duque de Caxias;
  • Nova Friburgo;
  • São Gonçalo;
  • Petrópolis;
  • Nova Iguaçu;
  • São João de Meriti;
  • Volta Redonda;
  • Belford Roxo;
  • Três Rios;
  • Mesquita;
  • Cordeiro
  • Bom Jardim.

Com a presença de diversos parceiros logísticos da SHEIN em locais estratégicos no Rio de Janeiro, o serviço de coleta será feito diretamente nas lojas dos vendedores do marketplace. A empresa também anunciou que, dependendo do volume de vendas diárias, também irá disponibilizar pontos de coleta para os vendedores.