Logo E-Commerce Brasil

Pix como crédito: Fazenda prepara implementação ainda para 2023

Por: Lucas Kina

Jornalista e repórter do E-Commerce Brasil

O Pix volta a ser protagonista em conversas do Ministério da Fazenda. Na última segunda-feira (30), o ministro Fernando Haddad se reuniu com Roberto Campos Neto, presidente da Fiesp, na própria sede da instituição, em São Paulo, e confirmou planos de implementação do Pix como crédito até metade do ano.

“Em meados do ano, o Pix vai ser usado para créditos. Isso está na agenda do Banco Central (BC) e vai ser lançado, quem sabe, até o meio do ano”, afirmou o ministro. A declaração aconteceu após conversas com Campos Neto buscando, justamente, o destravamento da situação.

Pix como crédito - Fernando Haddadr/wp-content/uploads/2023/01/Fernando-Haddad-ministro-da-Fazenda-Pix-como-credito.jpg-1536x1024.webp 1536w" sizes="(max-width: 2048px) 100vw, 2048px" />
Fernando Haddad, ministro da Fazenda, em coletiva de imprensa na Fiesp (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

“Me comprometi com ele que em 15 dias vamos ter todas essas medidas na mão e encaminharemos ao Congresso depois de uma avaliação interna do Ministério da Fazenda. São medidas que vão melhorar o ambiente de negócios do Brasil”, disse Haddad.

A agenda do Pix na função de crédito foi debatida durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro, mas não chegou a indicar caminhos. Agora, o modelo de pagamento volta aos holofotes e deve ganhar novos capítulos até junho de 2023.