Logo E-Commerce Brasil

Mercado de luxo em ascensão: tendências para o e-commerce

Por: Ângelo Vicente

CEO e Fundador da SELIA Fullcommerce Powered by Luft

Mestre em Ciências e Gestão de Tecnologia, pelo MIT Sloan School of Management (2023). Fundador da e-Cadeiras e da SELIA Fullcommerce, onde exerce o cargo de CEO atualmente. Com uma trajetória de mais de 12 anos no setor de comércio eletrônico, Ângelo é movido pela paixão em explorar o potencial de novas tecnologias, sempre com o objetivo de agregar valor significativo para seus clientes e parceiros. Além de seu papel na SELIA, ele é uma figura proeminente no cenário de E-Commerce, onde contribui ativamente para a comunidade do setor, participando como articulista, conferencista, professor e palestrante em diversas instituições de ensino e eventos no Brasil e no exterior. É membro do Conselho do E-Commerce Brasil e Cofundador da Escola Superior de E-commerce - ESECOM.

O ano de 2020 foi um marco na história da economia global. A pandemia de Covid-19 afetou todos os setores, incluindo o segmento de produtos de luxo. Após um período de estabilização, o consumo desses itens começou a mostrar sinais de recuperação, demonstrando a força desse mercado.

Resiliência do mercado

Mesmo diante das incertezas econômicas, o mercado global de produtos de luxo tem demonstrado uma resiliência notável. As vendas estão previstas para seguir uma trajetória de crescimento mais robusta em comparação com o varejo em geral. Estima-se que esse mercado atingirá cerca de US$ 500 mil até 2027, sinalizando o poder e o potencial desse segmento.

Ascensão do e-commerce

Embora as lojas físicas continuem sendo o principal canal de vendas desses produtos, o e-commerce está se tornando cada vez mais importante. As marcas estão percebendo a necessidade de se adaptar às mudanças nos hábitos de consumo e estão investindo em estratégias digitais para atender às expectativas dos consumidores.

Estratégias digitais

Do ponto de vista estratégico, as marcas precisam focar na oferta de experiências altamente relevantes em todos os canais. Isso inclui a criação de experiências de compra personalizadas e a utilização de tecnologias emergentes para melhorar a interação com o cliente.

Atração de novos públicos

Novas estratégias de mídia social e e-commerce para atrair um público mais amplo podem ser exploradas. Isso pode incluir públicos jovens e outros que se interessam pelos produtos, porém sem o mesmo poder aquisitivo que os consumidores tradicionais do segmento.

Mercado brasileiro

No Brasil, o e-commerce de produtos de luxo está em ascensão. Esse crescimento é impulsionado pela demanda dos consumidores por conveniência, exclusividade e experiências personalizadas.

Apesar do crescimento e das oportunidades, o comércio eletrônico de luxo no Brasil enfrenta alguns desafios:

Concorrência acirrada: o segmento de produtos de luxo é altamente competitivo, com várias marcas disputando a atenção dos consumidores online. As marcas precisam encontrar maneiras de se destacar no mercado.

Autenticidade e confiabilidade: a autenticidade dos produtos é uma preocupação importante para os consumidores de luxo. É preciso garantir que os produtos sejam genuínos e que as transações online sejam seguras e confiáveis.

Logística e entrega: a logística e a entrega são desafios significativos para o comércio eletrônico de luxo, especialmente quando se trata de produtos delicados e de alto valor. Garantir uma entrega rápida e segura é essencial para a satisfação do cliente.

Regulamentação e tributação: o ambiente regulatório e tributário do Brasil pode ser complexo e oneroso para as empresas de comércio eletrônico de luxo. Questões como impostos de importação e regulamentações alfandegárias podem impactar os custos e os prazos de entrega.

Superando desafios

Para superar esses desafios, as marcas precisam inovar continuamente e se comprometer com a excelência no atendimento ao cliente. Isso pode incluir a implementação de novas tecnologias, a melhoria das operações e a criação de experiências de compra excepcionais.

Tendências

À medida que avançamos, as tendências no mercado de produtos de luxo no e-commerce serão moldadas por uma série de fatores. A tecnologia continuará a desempenhar um papel crucial, com avanços em áreas variadas, todas com o potencial de transformar a maneira como os consumidores interagem com as marcas e fazem suas compras.

Além disso, a sustentabilidade está se tornando cada vez mais importante para os consumidores. As marcas que conseguirem demonstrar um compromisso de ESG genuíno estarão posicionadas para atrair e reter clientes.

A personalização continuará a ser uma tendência-chave. Os consumidores esperam que as experiências de compra sejam adaptadas às suas preferências individuais e necessidades. As marcas que conseguirem oferecer esse nível de personalização terão uma vantagem competitiva significativa.

Outras tendências emergentes que estão moldando o comércio eletrônico de luxo no Brasil são:

M-commerce: com o aumento do uso de dispositivos móveis, o comércio eletrônico móvel está se tornando cada vez mais popular. As marcas de luxo estão investindo em aplicativos móveis e sites responsivos para oferecer uma experiência de compra perfeita em dispositivos móveis.

Experiências imersivas: para diferenciar suas ofertas, algumas marcas estão investindo em experiências de compra online imersivas, como realidade virtual e aumentada, permitindo que os clientes visualizem produtos de luxo de forma mais envolvente.

Concluindo, o mercado de produtos de luxo é um segmento altamente promissor, oferecendo oportunidades para quem conseguir responder às mudanças no comportamento do consumidor e se ajustar à crescente importância do digital commerce.