Logo E-Commerce Brasil

WhatsApp Business API muda preço das mensagens em massa e pode afetar PMEs

Por: Giuliano Gonçalves

Jornalista do portal E-Commerce Brasil, possui formação em Produção Multimídia pelo SENAC e especialização em técnicas de SEO. Sua missão é espalhar conteúdos inspiradores.

No último dia 1 de junho, o WhatsApp Business API alterou as taxas de cobranças para mensagens em massa realizadas por empresas. Diante da mudança, especialistas recomendam que empresas reavaliem o uso da ferramenta na comunicação com clientes.

Imagem de uma mão segurando um smartphone com o logo do WhatsApp na tela
Recomendação às MPEs é se atentar ao novo modelo de cobrança do WhatsApp Business API. Recomenda-se, por exemplo, planejar a campanha de acordo com o volume de mensagens de marketing, por exemplo / Imagem: Pexels

Segundo a empresa, os valores serão divididos de acordo com quatro categorias de mensagens:

1 – Mensagens de Marketing: de US$ 0,05 para US$ 0,06;

2 – Mensagens de Pós-venda: de US$ 0,05 para US$ 0,03;

3 – Autenticação: de US$ 0,05 para US$ 0,03;

4 – Mensagens de Atendimento: continuam com o mesmo valor de US$ 0,03.

Como ocorria a cobrança das mensagens no WhatsApp Business

Antes, as mensagens no WhatsApp API eram taxadas de acordo com quem havia começado a conversa: o contato ou a empresa. Portanto, se o(a) cliente mandava a primeira mensagem, a empresa tinha um custo de US$ 0,03 para respondê-la. Por outro lado, se a empresa enviava a primeira mensagem — para avisar de uma promoção, por exemplo —, o custo era de US$ 0,05.

Índia já sofre com a nova tabela de preços do WhatsApp Business

Maior mercado utilizador de WhatsApp, a Índia hoje possui mais de 500 milhões de usuários ativos no app. No fim de 2022, os downloads da versão Business ultrapassaram os 300 milhões no país (segundo pesquisa, mais de 40 milhões de usuários visualizam catálogos digitais na ferramenta).

Por conta do aumento dos preços, pequenos empresários indianos já buscam alternativas para amenizar os custos. Lasakan Cholayil, por exemplo, é co-fundador da empresa de produtos de bem-estar Sadhev e diz que já planeja aumentar os investimentos de feedback e e-mail marketing.

Atualmente, a empresa de Cholayil usa o WhatsApp Business para enviar atualizações de entrega de produto e promoções, Além disso, o pequeno empresário também usa o app para receber mensagens de feedback sobre a experiência dos clientes com os produtos adquiridos no e-commerce.