Redação E-Commerce Brasil

Você sabe o que é PUDO? Modalidade logística pode impulsionar marketplaces

Terça-feira, 16 de março de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

Um dos maiores entraves do e-commerce é a logística, especialmente para entrega e devolução de encomendas. Mas uma novidade bastante comum na Europa e leste asiático pode ajudar nesta questão, que é o PUDO, segundo Fernando Magnoler, product & pricing manager da Total Express. O executivo participou do Marketplace Conference 2021 nesta terça-feira (16) e explicou os principais pontos da modalidade.

Gustavo Freitas, editor do E-Commerce Brasil, e Fernando Magnoler, da Total Express

“Em muitos lugares, o e-commerce não é a primeira opção justamente pela questão de entrega, mas o PUDO pode ajudar nisso. Por isso, a modalidade impulsiona cada vez os marketplaces pelo Brasil”, afirma Magnoler. “O PUDO é muito usado na China e no leste asiático. Na França, por exemplo, é mais barato entregar desta forma. No Brasil, o uso da modalidade é tímido, mas tem potencial de crescimento, pois existem atualmente 5 mil pontos de entrega que podem ser explorados”.

“O PUDO é a junção de pick-up (retirar) e Drop-off (deixar). É basicamente um ponto de retirada e devolução de mercadorias para consumidores e varejistas, e pode ser lojas ou lockers”, segundo Magnoler.

Como o PUDO muda o e-commerce?

Com o PUDO pode ser decretado o fim do cliente ausente e do endereço não localizado, afirma o especialista. De acordo com ele, cerca de 12% das compras feitas no Brasil não são entregues na primeira tentativa, o que acarreta:

  • 50 milhões de entregas desperdiçadas ou
  • Mais de 80 milhões de km rodados ou
  • 40 milhões gastos com gasolina a R$ 5 ou
  • 10 mil toneladas de CO2 emitidas.

“Com os PUDOs isso não acontece porque eles têm horários flexíveis de funcionamento, como à noite ou finais de semana ou até mesmo 24 horas, além de terem fácil localização”, conta.

A modalidade também possibilita acesso democrático do vendedor e do consumidor. “As transportadoras chegam a 3,5 mil cidades no Brasil com o preço e prazo acessíveis ao consumidor. Em outras 2 mil cidades, o e-commerce não é a 1ª opção. Além disso, 1% a 2% das entregas realizadas são devolvidas, muitas por não localização da área rural descrita”, explica Magnoler.

Segundo o executivo, o PUDO também possibilita:

  • menores custos na coleta e entrega
  • facilidade para devolver os produtos
  • Same Day mais eficiente
  • tabelas de frete mais baratas
  • não precisa aguardar o carro da coleta
  • maior flexibilidade de horário

“A ideia é que, no futuro, até pessoas possam ser pontos de retirada, inclusive como fonte de renda no Brasil. Na Europa, isso já é comum”, afirma o executivo.

Leia também: Vendas em marketplace crescem acima do total de e-commerce, diz Ebit/Nielsen

Por Dinalva Fernandes, da redação do E-Commerce Brasil

Quer acompanhar as palestras do evento? Ainda dá tempo! Faça sua inscrição para o Marketplace Conference 2021 e acompanhe ao vivo nos dias 16 e 17 de março.

[Marketplace Conference 2021] Como as redes de pontos Pick-up e Drop-off vão impulsionar os marketplaces no Brasil from E-Commerce Brasil

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.