PayPal lança opção para pagamentos com boleto bancário

segunda-feira, 18 de março de 2013

O PayPal, ferramenta de pagamentos on-line do eBay, lançou no Brasil o Boleto Digital, com a promessa de levar maior controle, segurança e agilidade para os seus clientes.

De acordo com Mario Mello, Diretor do PayPal para a América Latina, esta nova forma de pagamento representa um progresso em relação à experiência de compra. “O consumidor brasileiro valoriza muito a percepção de controle sobre os gastos proporcionados por ferramentas de pagamento com débito direto em conta corrente, como o boleto bancário, e vimos que havia uma ótima oportunidade para o desenvolvimento de uma solução que aliasse conveniência, segurança e praticidade a esta experiência de pagamento. Percebemos que era preciso fazer desta alternativa um formato simples, aproveitando a facilidade e rapidez que a internet promove e melhorando a experiência do comprador”.

A solução, já disponível para clientes dos bancos Santander, Itaú, Citibank e HSBC, busca ainda eliminar o número de etapas até a conclusão do pagamento. “Geralmente, as plataformas de débito on-line direcionam o consumidor aos sites dos bancos, obrigando-o a fazer autenticação a cada transação por meio de senhas, tokens, cartões de segurança etc. Com o PayPal, a autenticação da conta bancária é realizada apenas uma vez, no momento do cadastro, habilitando o usuário para fazer suas compras de maneira simples e segura – com cartão de crédito ou débito em conta – sem a necessidade de passar pelos processos de validação do banco toda vez que quiser pagar on-line”, esclarece Mello.

Recentemente, o PayPal divulgou uma pesquisa sobre os fatores levados em consideração no momento da escolha da compra por boleto no e-commerce brasileiro. De acordo com o estudo, a opção por este método estava ligada ao controle de gastos e queda do endividamento. “Ao visualizarmos a necessidade dos clientes em querer evitar o endividamento, conseguimos desenvolver esta solução que promove facilidade de compra e segurança dos dados na Internet e, ao mesmo tempo, mantém o principal benefício percebido do boleto para o consumidor, que só pagará se tiver dinheiro em conta. Para os varejistas, isto também significa mais efetividade na conversão das vendas, já que 40% dos boletos emitidos não são pagos e a compra não é finalizada”, enfatiza o executivo.

Este projeto é mantido pelas empresas:

Transporte Oficial e Hospedagem: