Redação E-Commerce Brasil

Méliuz compra site Melhor Plano por R$ 10 milhões

Sexta-feira, 14 de maio de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

A Méliuz anunciou nesta sexta-feira (14) a compra do site Melhor Plano, a segunda aquisição somente nesta semana. A transação foi concluída por uma parcela inicial de pouco mais de R$ 10 milhões. Na quarta-feira (12), a empresa comprou a Promobit por R$ 13 milhões.

De acordo com a empresa, a transação está sujeita a ajustes usuais em operações desta natureza e refere-se a 100% do capital social total e votante do Melhor Plano. Além desse valor, os sócios da companhia terão direito a receber eventual Earnout, ganho adicional atrelado ao atingimento de determinadas metas financeiras.

“A chegada do Melhor Plano ao grupo reforça o nosso objetivo de estar presente em mais momentos na jornada de compra do usuário, contribuindo para um melhor processo de decisão. Nossa estratégia ganha força com o know how que eles possuem em produzir conteúdo relevante com foco em mecanismos de busca, o que aumenta o tráfego orgânico e diminui o nosso custo de aquisição de novos usuários”, comemora Israel Salmen, CEO da Méliuz.

Expansão do Méliuz com Melhor Plano

O Melhor Plano iniciou suas atividades em 2015 e atua como um marketplace, oferecendo aos consumidores finais ferramentas de comparação de preços e serviços ofertados por terceiros, de modo a auxiliá-los na tomada de decisões para a contratação de serviços financeiros e de telecomunicações.

A empresa também conta com um testador de velocidade Minha Conexão, disponível em site e aplicativo, em que o usuário pode conferir a qualidade da sua conexão de internet e receber recomendações de ofertas semelhantes após o teste. Recentemente, também começaram a oferecer serviços de comparação de cartão de crédito e conta corrente, dando início à atuação no mercado de serviços financeiros.

Em 2020, a Melhor Plano registrou mais de 17 milhões de acessos, com uma média mensal de tráfego, nos últimos seis meses, de 1,3 milhão de visitas. No último ano, a empresa obteve receita líquida de R$ 4,4 milhões, com um CAGR superior a 150% entre 2018 e 2020.

O modelo de negócio do Melhor Plano se assemelha à proposta do iDinheiro, marketplace de Serviços Financeiros controlado pelo Méliuz e que integra o grupo CASH3. De acordo com a Méliuz, as marcas seguem independentes e com linha editorial isenta, focadas em oferecer a melhor oportunidade para o usuário.

Aquisição da Promobit

A Méliuz também fechou um contrato para a compra de 100% do capital social total e votante do Promobit por R$ 13 milhões, de acordo com o fato relevante divulgado pela companhia na noite de quarta-feira.

O valor da aquisição está sujeito a ajustes, e os sócios do Promobit terão direito a receber eventual earn-out, a depender do atingimento de determinadas metas financeiras apuradas pela empresa adquirida.

De acordo com a Méliuz, a aquisição amplia a sua capacidade de estar mais presente nas tomadas de decisão do consumidor. O Promobit também deve minimizar os gastos da companhia com a aquisição de novos usuários.

A transação será submetida para aprovação dos acionistas em assembleia geral extraordinária, ainda a ser convocada

O Promobit foi fundado em 2013. Sua principal função é promover a troca de informações e opiniões sobre produtos e promoções entre seus usuários.

A plataforma ultrapassou 1 milhão de membros cadastrados em 2020 (site, aplicativo e extensão para navegador). Também no ano passado, o Promobit atingiu receita líquida de R$ 5,2 milhões e GMV (volume bruto de mercadorias) de R$ 160 milhões. Seu tráfego é majoritariamente direto. Nos últimos seis meses, totalizou 63 milhões de visitas.

Leia também: Méliuz compra Grupo Acesso por R$ 324 mi para expandir pagamentos

Com informações do Money Times

Com informações da Revista do Marketing

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.