Redação E-Commerce Brasil

Lojas Americanas e B2W concluem fusão e viram ‘americanas s.a.’

Sexta-feira, 11 de junho de 2021   Tempo de leitura: 2 minutos

Em votação nas Assembleias Gerais Extraordinárias da Lojas Americanas e da B2W, a fusão entre as duas empresas foi aprovada na quinta-feira (10), fazendo nascer a americanas s.a.

Com a combinação de 100% das operações, a nova companhia já nasce com R$ 40 bilhões em GMV (em 2020), um time de mais de 34 mil associados; uma base de 48 milhões de clientes ativos; mais de 1.700 lojas de diferentes formatos em 765 cidades; uma plataforma digital que conecta compradores e vendedores; uma fintech com mais de 19 milhões de downloads e aceitação em mais de 3 milhões de estabelecimentos; e uma plataforma de fulfillment e logística, com capilaridade nacional e frota multimodal ecoeficiente.

Leia também: Lojas Americanas entregará produtos da China em até 11 dias

A americanas s.a. anunciou o novo Conselho de Administração composto pelos membros: Eduardo Saggioro Garcia (presidente); Carlos Alberto da Veiga Sicupira; Claudio Moniz Barreto Garcia; Paulo Alberto Lemann; Mauro Muratório Not (independente), Sidney Victor da Costa Breyer (independente) e Vanessa Claro Lopes (independente).

O Conselho de Administração nomeou a diretoria composta por quatro sócios com experiência em diferentes posições estratégicas em Lojas Americanas e B2W Digital. A nova companhia será liderada por Miguel Gutierrez, diretor-presidente e diretor de relações com investidores; Anna Saicali atuará como CEO da plataforma de inovação e fintech; Timotheo Barros será o CEO da plataforma física e CFO; e Marcio Cruz atuará como CEO da plataforma digital.

Leia também: B2W lança OOOOO, plataforma de social commerce, no Brasil

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.