Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

A fórmula da Bia Aloi Acessórios para ter clientes fiéis e escalar o negócio

Quinta-feira, 10 de março de 2022   Tempo de leitura: 7 minutos

O empreendedorismo é uma escola sem igual. Os desafios já começam com a primeira decisão: correr riscos. Depois vem a decisão de renunciar a outras coisas para tocar o negócio e encarar a responsabilidade de executar várias funções. Essa responsabilidade inclui cuidar de questões burocráticas, que é um dever próprio do empreendedor, não tem como fugir. É o que conta a empreendedora Beatriz Aloi, mais conhecida como Bia Aloi, mesmo nome de sua loja. Ela começou vendendo acessórios para amigas e conhecidas, abriu sua própria loja online com a Nuvemshop, a plataforma de e-commerce líder na América Latina, e escalou o negócio.

Bia Aloi Acessórios é um exemplo de como a fidelização de clientes pode impulsionar um projeto e encorajar o empreendedor a buscar alternativas que suportem seu crescimento. Bia encontrou no ecossistema Nuvemshop o mix de soluções tecnológicas ideal para permitir que sua loja crescesse sem a necessidade de atuar em cada venda, algo que ela fazia antes e que estava se tornando um gargalo. Tais soluções têm como foco aprimorar a gestão de pagamentos, logística, marketing, experiência do consumidor, entre outros. Tudo para reduzir as barreiras do empreendedorismo, viabilizando o acesso à tecnologia de ponta – até então privilégio dos gigantes do varejo – para pequenos, médios ou grandes negócios.

O começo da Bia Aloi Acessórios

Beatriz sempre trabalhou na área de moda e no varejo do segmento. “Eu já gostava de vender acessórios e via como um negócio em potencial, pois trata-se de um produto prático, sem necessidade de um grande espaço para estoque ou um investimento inicial muito alto”, conta. A empreendedora até então tinha um bom trabalho e não sentia um forte chamado para empreender. Por isso, vendia seus acessórios de maneira despretensiosa pelo WhatsApp e Direct do Instagram.

Depois de um tempo, contudo, ela percebeu o retorno positivo e o crescimento das vendas, até que decidiu focar mais no negócio. “Chegou a um ponto em que as vendas por Whatsapp e Instagram estavam insustentáveis e o crescimento iria estagnar. Então, resolvi me dedicar 100%”, explica. Bia montou um site, segundo ela, o mais básico que permitisse ao cliente realizar sua compra sem depender apenas do seu atendimento. Com tal automatização, a loja obteve um crescimento interessante e começou a ter bons feedbacks.

A virada veio com a contratação da Nuvemshop, plataforma que representou um divisor de águas para o negócio, pois possibilitou o aprimoramento da gestão e da experiência do cliente. “Muitas pessoas criaram uma paixão pela loja, pelo que a gente construiu, e não apenas pelos produtos”, diz Bia. Hoje, a loja recebe mais de mil pedidos por mês, fatura mais de R$ 1 milhão por ano e tem 450 mil seguidores no Instagram. Com o apoio da Nuvemshop Next, uma das modalidades de contratação da plataforma, o lojista ainda recebe consultoria customizada com a análise das melhores estratégias para o negócio, do melhor mix de recursos para sua loja e das soluções mais viáveis para determinado desafio.

Segundo Guilherme Pedroso, country manager da Nuvemshop no Brasil, é dessa forma que a empresa torna o seu propósito de apoiar os empreendedores uma realidade. “Trabalhamos para potencializar empreendedores e para quebrar as barreiras do empreendedorismo que, sabemos, não são poucas. Para isso, ofertamos recursos tecnológicos de ponta e uma equipe experiente em comércio eletrônico para e-commerce de qualquer tamanho”, afirma.

A história da Bia já transcendeu, graças à assessoria da Nuvemshop Next  e sua atuação focada em marcas já consolidadas e em crescimento que buscam expansão. As lojas participantes contam com gerente de contas dedicado, atendimento pelo WhatsApp e reuniões para discutir estratégias e melhorias. São mais de mil parceiros e integrações para compor o ecossistema que transforma e-commerce de qualquer tamanho em case de sucesso.

De maneira despretensiosa, o negócio se tornou o sonho da Bia. “Muitos dos meus clientes, a maioria deles fiéis, estão comigo desde o começo. O que me traz mais orgulho é saber que eu conquistei pessoas de uma forma simples, com a identidade da loja que me representa, podendo fazer o que eu gosto, do meu jeito”, finaliza a empreendedora.

Leia também: Mulheres comandam 66% das PMEs online, segundo Nuvemshop

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER