Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

71% dos consumidores esperam por experiências personalizadas, segundo relatório

Quarta-feira, 30 de março de 2022   Tempo de leitura: 5 minutos

De acordo com o relatório Next in Personalization 202171% dos consumidores esperam ter experiências personalizadas e 76% se sentem frustrados quando isso não acontece. Esses dados mostram que os clientes não apenas desejam a personalização, mas a exigem. É por isso que, segundo o mesmo relatório, as empresas que personalizam a experiência geram 40% mais receita.

Diante disso, surgem novas tecnologias o tempo todo com o intuito de atender a essa exigência no e-commerce, e a bola da vez é a busca por imagem.

“Com o avanço das tecnologias, todos nós temos um smartphone nas nossas mãos. E por que não usá-lo para fotografar e encontrar os produtos que queremos?”, questiona Rodrigo Schiavini, fundador e diretor de negócios da SmartHint.

Por isso, atendendo mais uma vez a essa demanda por personalização da experiência, a SmartHint — empresa do grupo Magalu focada em busca e recomendação para e-commerce —  está prestes a lançar a busca por imagem para lojas virtuais de todos os segmentos e tamanhos. A tecnologia já está em testes no site da Diesel e em breve estará disponível para o mercado.

“A busca por imagem identifica as características dos itens na imagem enviada pelo cliente e compara com as características dos produtos existentes na loja. É uma tecnologia inovadora, mas bastante acessível, já que utiliza computação em nuvem”, conta Rodrigo Schiavini.

Segundo o executivo, o recurso funcionará de forma bastante semelhante ao buscador do Google. E é justamente dessa forma que vai personalizar a experiência: permitindo que o consumidor busque pelos produtos como já está acostumado a fazer em outros ambientes digitais. O mesmo já acontece com a busca por voz, lançada pela empresa em 2020.

As novas tecnologias moldam o estilo de vida dos consumidores

Não é de hoje que o aparecimento de novas tecnologias molda e muda o comportamento e o estilo de vida dos consumidores. Foi assim com a criação da lâmpada, dos carros, da internet e do próprio comércio eletrônico. Elementos que antes não eram desejados passaram a ser essenciais para o novo cotidiano das pessoas e o mesmo está acontecendo com a personalização e com tecnologias de busca por voz e por imagem, acredita Rodrigo.

Como disse recentemente Kai Schoppen, fundador da Infra.commerce: gerar experiência aos consumidores já foi importante, mas hoje é mais do que isso, é obrigatório.

A Amazon, por exemplo, já personaliza a experiência através da recomendação de produtos há mais de 20 anos e, hoje, ninguém consegue imaginar como seria assistir à Netflix ou ouvir músicas no Spotify sem esse tipo de recomendação.

O mesmo acontece com a busca por voz e por imagem, segundo Schiavini: “as pessoas buscam cada vez mais dessa forma nos mecanismos de busca, no smartphone e até nas assistentes virtuais, principalmente as novas gerações. E quando essas mesmas pessoas entram em uma loja virtual para fazer suas compras, querem viver a mesma experiência e ter acesso aos mesmos recursos. E isso também é personalização”, afirma.

Leia também: Novos dados mostram que opções de BNPL não canibalizam os cartões de crédito de lojas

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER