Publicidade: Banner
Logo E-Commerce Brasil

Investimentos em novos dispositivos tecnológicos garantem operações logísticas mais ágeis, seguras e robustas

Por: Bruno Tortorello

Com mais de 21 anos de experiência na área de logística e distribuição, Bruno Tortorello é um dos executivos mais destacados do setor. Graduado em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da USP, com especialização em Administração pela FGV e MBA em Gestão Internacional pela FIA, Tortorello foi presidente da Total Express e, anteriormente, liderou áreas comerciais e operacionais do braço logístico do Grupo Abril. Chegou na Jadlog com a missão de alavancar as vendas e os negócios por meio das operações do e-commerce e do fortalecimento do negócio B2B de pequenas encomendas, contribuindo para que a transportadora alcançasse o faturamento de R$ 1 bilhão em 2020.

Sistemas cada vez mais seguros, eficientes e robustos são exigências de mercado que se intensificaram com os avanços da tecnologia e a aceleração da digitalização nestes últimos anos, ajudando a trazer milhões de novos consumidores apara o e-commerce e elevando as vendas a patamares até então inalcançáveis.

A necessidade da tecnologia tornou-se imperiosa para todos os players do comércio eletrônico, especialmente os operadores logísticos do last mile.

A necessidade da tecnologia tornou-se imperiosa para todos os players do comércio eletrônico, especialmente os operadores logísticos do last mile, que precisam de soluções tecnológicas 100% integradas com todas as etapas da operação e os clientes, para oferecerem uma experiência positiva, sejam eles embarcadores ou consumidores.

Integração logística

A adoção de plataformas que realizam a integração logística de forma prática e ágil é talvez o ponto inicial e mais crucial para que toda essa engrenagem tecnológica caminhe, já que se trata da troca de informações entre a transportadora e o embarcador que irá se refletir no consumidor, que aguarda o recebimento de sua encomenda.

Nesse sentido, as plataformas de integração logística, por troca de arquivos (EDI) ou plugins, são alternativas mais usuais, que permitem de maneira aberta e simples que as soluções tecnológicas em nuvem – como Vtex, Nuvemshop. Intelipost, Magento e WooCommerce, que sustentam as lojas virtuais de varejistas de diversos tamanhos – interajam com o sistema do operador logístico parceiro.

As integrações logísticas via API (Application Programming Interface, ou Interface de Programação de Aplicações) estão ainda mais na mira dos investimentos das transportadoras, por serem formas mais modernas e promoverem a interação dos sistemas dos embarcadores e dos operadores logísticos diretamente pela internet.

Tanto por um caminho como por outro, o fato é que as plataformas de integração logística estão trazendo otimização nos processos, agilidade e governança para os players, com funções que permitem a cotação do frete, a checagem da situação da encomenda e a confirmação da entrega, além da possibilidade de gerar faturas e cobranças.

Tecnologia sempre atualizada

No caminho sem volta de investimentos em novas ferramentas, também é necessário que as transportadoras substituam tecnologias ultrapassadas, e que se tornaram vulneráveis com o passar do tempo, por novos dispositivos de segurança como os firewalls, as já citadas APIs e tudo através de uma comunicação criptografada (https), que garante maior segurança no ambiente técnico e de troca de informações da empresa, respeitando a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e os clientes que confiam seus dados à transportadora.

Tratando-se de robustez de sistemas, os investimentos em infraestrutura tecnológica devem ser constantes e com atualizações periódicas, seja na arquitetura dos bancos de dados como na instalação de novos equipamentos de rede, que ajudam a promover um maior ganho de velocidade e uma melhor experiência para os usuários e para as integrações entre os sistemas.

Todos esses aperfeiçoamentos acabam acelerando o tempo de resposta das plataformas para os usuários dos sistemas dos embarcadores e, também, em relação a outras plataformas logísticas. Em um mercado tão competitivo e que demanda informações em tempo real, a meta é alcançar, em curto prazo, um índice de respostas entre sistemas que não passem de um segundo apenas.

Na prática, esses aperfeiçoamentos se traduzem em melhor rastreabilidade da encomenda durante todo o percurso, com um monitoramento constante, a localização exata e a comunicação que supre com informações precisas, e em tempo real, os embarcadores, os sellers de marketplaces ou os consumidores.

Operar em um ambiente tecnológico saudável, ágil, seguro e muito disponível, com soluções fáceis e simples em termos de integração logística, bem como eficientes nas demandas internas e dos clientes é, portanto, primordial não só para atender às atuais exigências de mercado, mas também para o sucesso nas operações do e-commerce.

Publicidade: Banner