Logo E-Commerce Brasil

Dia das Mães: um impulso para o e-commerce brasileiro

Por: Nathalia Bettoni

Coordenadora de Marketing na Yampi

Formada em Comunicação Social e Mestre em Interações Midiáticas pelas PUC-Minas, atua no mercado de startups e produtos digitais desde 2017. Já passou pelos segmentos de educação, tecnologia e <nowrap>e-commerce</nowrap>.

Entra ano, sai ano, o Dia das Mães continua sendo uma das melhores datas do calendário comercial, responsável por impulsionar as vendas do e-commerce. A celebração acontece no dia 12 de maio, mas os preparativos do setor já começaram com a aquisição de estoque e a realização de estratégias para atender ao aumento da demanda de consumidores.

O segmento mais impactado pela data tende a ser o de lojas com estoque. A expectativa é de um crescimento de 6% a 9% no Volume Bruto de Mercadorias (GMV) vendidas durante a semana que antecede o Dia das Mães, em comparação com a última semana de abril. Em 2023, foi observada a alta de 8,8% no mesmo período.

Confira como o e-commerce pode se preparar para impulsionar as vendas no Dia das Mães, incluindo estratégias eficazes como gestão de estoque, marketing digital e planejamento logístico para uma experiência de compra excepcional.

A data é historicamente uma oportunidade para os lojistas apostarem na produção de conteúdo, aumentarem a divulgação da loja para alcançar novas pessoas e fazer promoções para vender mais. É a chance ideal para testar campanhas, cupons de desconto e funcionalidades que aumentam a taxa de conversão, como o order bump e upsell.

As expectativas positivas para as vendas se justificam não só pela tradição da data, como também pelo comportamento dos consumidores brasileiros. O relatório da IQVIA revelou que o comércio eletrônico atingiu R$ 186 bilhões em receitas no Brasil em 2023. O dado mostra que comprar online é um hábito que veio para ficar.

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o setor deve alcançar uma receita de R$ 205,11 bilhões ao longo de 2024, um aumento de 10% em relação ao ano anterior.

E-commerce deve ter estrutura para atender ao aumento da demanda

Os setores de vestuário, acessórios, cosméticos e eletrônicos costumam ser, nessa ordem, os mais procurados pelos consumidores que irão presentear no Dia das Mães. Para atender ao aumento da demanda, plataformas de e-commerce devem oferecer os recursos necessários para as vendas online.

A orientação é que a loja esteja hospedada numa plataforma segura, com as principais certificações de segurança disponíveis. Ter um site estável, que carrega rapidamente e transmite segurança, contribui para a melhor experiência do consumidor.

Os lojistas têm se mostrado preparados para um dos momentos mais importantes em termos de vendas para as lojas virtuais. Muitos consumidores buscam presentes especiais e significativos para homenagear as mães. Por isso, a aposta é em promoções especiais, lançamentos exclusivos e uma experiência de compra personalizada.

Os empreendedores tendem a esperar mais aquecimento nos negócios, se investirem em lançamento de produtos exclusivos e multifuncionais, além de mais campanhas de desconto estratégicas para atrair e fidelizar consumidores.

Ações estratégicas ajudam no faturamento

As marcas também podem apostar em ações estratégicas para aumentar o faturamento no Dia das Mães. A criação de conteúdos específicos para as redes sociais contribui para reforçar a divulgação de promoções. Para isso, é válido investir em diversos formatos para o feed do Instagram, como stories e reels, o que ajuda a criar conexão e interação com a audiência.

A mídia paga tem o seu valor e pode apresentar campanhas temáticas e segmentadas. Além dessa estratégia, enviar e-mails para os consumidores que já compraram anteriormente na loja e mencionar eventuais promoções em virtude da data comemorativa são outras formas de resgatar compradores e aumentar a taxa de conversão.

Além disso, é necessário organizar os produtos por faixas de preço, categorias e banners promocionais, já que o principal interesse dos consumidores no Dia das Mães é presentear. As funcionalidades do e-commerce que aumentam a conversão não devem ser deixadas de lado, sendo importante oferecer vantagens ao consumidor no momento da compra, o que ajuda a aumentar o faturamento e o ticket médio.

Como os clientes estão mais propensos a comprar, oferecer a oportunidade de adicionar outro produto ao seu pedido principal por um preço com desconto ou, até mesmo, um produto superior com maior custo-benefício, é uma estratégia de vendas que deve ser utilizada especialmente neste período.

Entre os lojistas online, é possível identificar uma série de ações estratégicas. São incluídos lançamentos de produtos temáticos, como conjuntos de presentes exclusivos para mães e bebês, campanhas de marketing digital focadas nas necessidades e nos desejos das mães, como conforto e praticidade, e ofertas especiais.

Estão ainda sendo exploradas parcerias com influenciadores e celebridades com o intuito de ampliar ainda mais o alcance da mensagem e aumentar o envolvimento dos clientes.

Riscos que devem ser evitados

Não planejar o estoque com antecedência é uma falha que pode prejudicar diretamente as vendas. Sem esse cuidado prévio, as chances de não conseguir atender à demanda e gerar frustração tanto para o consumidor quanto para o lojista são maiores.

Não cuidar da logística também é um risco. Por se tratar de uma data comemorativa, os presentes precisam ser entregues antes do Dia das Mães. Por isso, é fundamental ter um controle da logística e da entrega para conseguir despachar os pedidos com antecedência, já que as pessoas vão comprar os presentes nos dias anteriores à data e querem que as mercadorias cheguem a tempo.

Divulgar promoções em cima da hora é outro exemplo de ação que deve ser evitada. A promoção perde parte da sua função, caso seja divulgada tardiamente. Afinal, mal contará com tempo para que seus potenciais clientes possam utilizá-la para fazer suas compras de Dia das Mães.