Logo E-Commerce Brasil

Como usar as redes sociais para retomar a jornada de compra do consumidor

Por: Antenor Neto

Especialista em E-commerce na Tray

Especialista em <nowrap>e-commerce</nowrap> na Tray Commerce - Unidade de E-commerce Locaweb. Atuando há mais de sete anos no <nowrap>e-commerce</nowrap>, é Consultor Certificado Mercado Livre e já participou de vários projetos de consultoria para alavancar as vendas dos clientes internos da plataforma. Também é responsável pela criação e supervisão dos conteúdos da Escola de E-commerce.

Nas redes sociais, é comum vermos consumidores pausando sua jornada de compra à espera de uma oportunidade mais vantajosa.

Em muitos casos, o produto ofertado já atraiu a atenção, mas o momento da compra ainda não chegou.

Seja por uma questão financeira, o custo do frete ou até mesmo o valor do produto, muitos esperam o cenário ideal para concluir a compra.

Confira algumas estratégias que você pode usar com as redes sociais para alavancar o seu negócio.

No entanto, com tantas ofertas e descontos, é fácil para o cliente se perder e abandonar um produto previamente desejado.

É aí que entram as estratégias para redes sociais. Ferramentas poderosas que ajudam a reacender o interesse dos consumidores.

Redes sociais: o pote de ouro da retomada de contato

Navegar pelas redes sociais não é apenas um passatempo. Para muitos, tornou-se uma rotina diária e uma janela para o mundo.

Esses espaços, que começaram como simples canais de interação social, evoluíram para centros de poderosas oportunidades de marketing e comunicação. As marcas reconheceram rapidamente essa transição e começaram a integrar essas plataformas em suas estratégias de engajamento.

E hoje, definitivamente, as redes sociais não são apenas um local para postar fotos ou atualizações do dia a dia. Elas são, em sua essência, plataformas ricas em dados, interações e feedbacks, que fornecem às marcas insights valiosos sobre seus clientes, comportamento e consumo.

Quando um cliente deixa de interagir ou se afasta em meio à jornada de compra, muitas vezes não é por desinteresse, mas por inúmeros fatores externos e internos que podem influenciar essa decisão.

As estratégias para redes sociais desempenham um papel fundamental aqui. Essas táticas, se bem executadas, podem reacender a chama do interesse, criar um lembrete daquilo que o cliente pode ter deixado para trás e oferecer um caminho atraente de volta.

Seja por meio de anúncios direcionados, personalizações ou campanhas de engajamento, há uma infinidade de métodos para alcançar o consumidor.

A questão-chave é: como se pode criar um impacto genuíno e duradouro através desses canais, e não apenas um “clique” momentâneo?

A resposta está em compreender profundamente seus consumidores, entendendo quais são suas paixões, seus desafios e como sua marca pode se encaixar organicamente em suas vidas com o uso das redes sociais.

A seguir, veja algumas estratégias que contribuem para a retomada de contato entre a marca e o consumidor.

A força do live commerce

O live commerce se consolidou como uma verdadeira revolução no mundo das vendas online.

Trata-se de uma mistura harmoniosa entre a autenticidade das transmissões ao vivo e a eficiência do e-commerce, criando uma experiência de compra muito mais envolvente e interativa.

Imagine o cenário: uma transmissão ao vivo, na qual um apresentador mostra o produto em detalhe, testando, demonstrando suas funcionalidades e destacando seus benefícios.

Durante essa exposição, os espectadores podem fazer perguntas, esclarecer dúvidas e interagir diretamente com a marca.

Ao adicionar um elemento surpresa, como descontos exclusivos para aqueles que estão assistindo, a urgência e o entusiasmo para a compra são potencializados.

Mas por que o live commerce é tão eficaz? A resposta é simples: ele humaniza o processo de compra online. Para isso, basta fazer uma integração com o Facebook, Instagram ou qualquer outra rede social.

Em vez de apenas clicar e adicionar um item ao carrinho, o consumidor tem a chance de vivenciar uma experiência, sentir-se parte de um evento e conectar-se emocionalmente com a marca.

Isso é especialmente importante para aqueles que, por algum motivo, deixaram a jornada de compra pelo caminho.

O formato dinâmico do live commerce tem o poder não apenas de recapturar a atenção desses consumidores, mas também de convertê-los em clientes fiéis e engajados.

Em tempos em que a concorrência é acirrada e a atenção do consumidor é volátil, abordagens inovadoras como essa podem ser o diferencial que sua marca precisa para se destacar.

Dicas para produzir conteúdos que engajam

Manter seu público engajado não é apenas uma recomendação, mas uma necessidade estratégica para as marcas que desejam se destacar em meio à concorrência online.

O engajamento, nesse contexto, vai além de simples interações; ele representa uma conexão real e significativa com os consumidores.

Criar conteúdos que informem é importante, claro, mas o diferencial está em como você faz isso. Investir em mídia com conteúdos que envolvam, que conversem com as emoções, que surpreendam e que criem momentos memoráveis na mente do público é a chave para não só chamar a atenção, mas também para fidelizá-los.

O envolvimento genuíno não se dá apenas por meio de ofertas tentadoras, mas sim com uma comunicação que entende e atende às expectativas, desejos e necessidades do público.

Ao fazer isso, você não apenas prepara o terreno para o grande dia de vendas, mas também constrói um relacionamento mais duradouro com seus clientes.

Veja, agora, alguns dos tipos de conteúdos que mais geram engajamento:

1. Stories mostrando os bastidores da marca

Um dos maiores apelos das redes sociais é a capacidade de nos conectarmos entre nós, e as marcas não são exceções. Os stories são uma janela aberta para o cotidiano de um negócio, oferecendo uma perspectiva autêntica e transparente. Ao dar um vislumbre dos bastidores, é possível humanizar a marca, criando uma relação mais estreita e confiável com os seguidores.

Então, capriche no cenário e conte a sua história de uma forma que tire o fôlego do seu público.

2. Tutoriais e dicas: maximizando valor

Não se trata apenas de vender um produto, mas de ensinar o consumidor a tirar o máximo proveito dele. Com tutoriais e dicas, é possível mostrar os diferentes usos ou os cuidados necessários para manter o produto em perfeitas condições. Uma dica prática ajuda a solidificar a autoridade da marca em seu nicho de mercado.

3. Enquetes e perguntas: dialogando com o público

A melhor maneira de entender seu público é ouvi-lo. As enquetes e perguntas sobre a experiência do cliente incentivam a interatividade e podem fornecer insights valiosos sobre as preferências e necessidades dos consumidores. Ao envolvê-los em decisões, cria-se um sentimento de pertencimento e valorização.

4. Postagens de inspiração: iluminando possibilidades

Cada produto tem uma história e um potencial. As postagens de inspiração são uma forma de mostrar ao público o que é possível alcançar com os produtos oferecidos, gerando aspiração e desejo.

5. Parcerias e colaborações: expandindo horizontes

Ao unir forças com outras marcas ou influenciadores, é possível alcançar novos públicos e diversificar o conteúdo. Essas colabs podem resultar em campanhas criativas que geram buzz, ajudam a ranquear nas buscas e aumentam a visibilidade da marca.

6. Antes e depois: evidenciando transformações

A visualização direta de resultados é poderosa. Ao mostrar o “antes” e o “depois” de um produto em ação, a marca evidencia sua eficácia, incentivando a confiança e a decisão de compra.

7. Desafios de coreografias: tendência que não é pra todo mundo

O mundo das redes sociais está sempre em movimento, com tendências que surgem rapidamente. Ao entrar na onda de desafios de dança ou coreografias, a marca mostra que está atualizada e pronta para se divertir com seu público.

8. Vídeos engraçados: conectando pessoas

Nada conecta as pessoas como o humor. Ao produzir conteúdo que arranca risadas, a marca cria memórias afetivas e fortalece seu relacionamento com o público.

9. Transformações rápidas: agilidade em destaque

Em um mundo onde tudo acontece a mil por hora, ver resultados rápidos é extremamente satisfatório. Mostrando transformações ágeis, a marca destaca a eficácia e a praticidade de seus produtos.

10. Conteúdo educativo divertido: aprendizado nunca é demais

Quem disse que aprender precisa ser chato? Ao criar conteúdos educativos com uma pegada divertida, a marca engaja o público de forma leve e eficaz, enquanto transmite informações valiosas.

11. Bastidores da marca: construindo uma comunidade

Ao abrir as portas e mostrar os bastidores, a marca convida seu público a fazer parte de sua jornada. Isso gera uma sensação de comunidade e lealdade, fortalecendo o vínculo entre marca e consumidor.

Lembre-se: pesquise e entenda seu público. Adaptar seus conteúdos ao nicho é essencial. Afinal, se você vende itens de cozinha, um vídeo de maquiagem pode não ser o mais indicado.

Fazer um planejamento de ações e usar as redes sociais da sua marca de forma estratégica irão com certeza ajudar a reter seu público e ainda fisgar aqueles que passaram pela sua loja sem concluir a compra.