Logo E-Commerce Brasil

Nike não renovará acordo com franquias na Rússia

Por: Lucas Kina

Jornalista e repórter do E-Commerce Brasil

A fabricante norte-americana de roupas esportivas Nike não renovou acordos com seu maior franqueado na Rússia, informou o jornal Vedomosti nesta quarta-feira, marcando a saída mais recente de uma grande marca norte-americana desde que as forças russas entraram na Ucrânia em fevereiro.

A Nike disse em 3 de março que suspenderia temporariamente as operações em todas as suas lojas de propriedade e operadas pela Nike na Rússia em resposta às ações de Moscou na Ucrânia e disse que as que ainda estão abertas são operadas por parceiros independentes.

O Inventive Retail Group (IRG), que opera 37 lojas da marca Nike na Rússia por meio de sua subsidiária Up And Run, disse que houve uma escassez de mercadorias desde que a Nike interrompeu os envios.

“Na realidade atual, não podemos continuar apoiando a operação de lojas de marca única da Nike e seremos forçados a fechá-las”, disse a diretora de relações públicas do IRG, Ludmila Semushkina.

O presidente do IRG, Tikhon Smykov, disse aos funcionários que o contrato de franquia da empresa não seria renovado, em carta vista pelo jornal Vedomosti.

“Iniciamos um negócio conjunto em 2012, construímos com amor a melhor rede de lojas do país e acabamos 10 anos depois em uma situação em que esse negócio não pode existir”, escreveu Smykov.

A Nike fez outros esforços para se distanciar da Rússia, retirando seu patrocínio de uniformes para o Spartak Moscou, um dos clubes de futebol mais populares da Rússia, que posteriormente desmembrou seu time B, que joga a segunda divisão russa, alegando dificuldades financeiras.

Leia também: Nike constrói relação direta com o público e aposta no D2C

Fonte: Reuters