Logo E-Commerce Brasil

Linktree é avaliado em US$ 1,3 bilhão

Por: Lucas Kina

Jornalista e repórter do E-Commerce Brasil

Quem teria pensado que uma série inteira de startups surgiria porque Instagram, TikTok e Twitter só permitem que você vincule um site em sua biografia? Aparentemente, o cofundador e CEO da Linktree, Alex Zaccaria, pensou.

Ao longo do último ano e meio, a Linktree levantou US$ 55,7 milhões em duas rodadas de financiamento. Hoje, a empresa com sede na Austrália anunciou uma rodada de ações de US$ 110 milhões liderada pela Index Ventures e pela Coatue Management, com a participação da AirTree Ventures, Insight Partners e Greenoaks.

Este aumento da Série C valoriza a Linktree em US $ 1,3 bilhão. Isso é muito para o que é essencialmente um construtor de mini-sites leve.

“Começamos em 2016 com um caso de uso muito claro para resolver esse problema para músicos e artistas que precisavam de uma maneira melhor de vincular as redes sociais a todos os seus diferentes fluxos de receita, e realmente precisávamos unificar essa experiência para eles ajudarem a impulsionar monetização”, disse Zaccaria ao TechCrunch. “Não havia nada como a Linktree. Pode-se dizer que criamos esta categoria.”

Essas ferramentas são mais úteis para influenciadores ou marcas. Linktree possui clientes como Selena Gomez , TikTok e Major League Baseball , mas mesmo usuários comuns de mídia social encontraram usos para a funcionalidade. Algumas pessoas o usam, por exemplo, para listar recursos para apoiar causas com as quais se preocupam ou simplesmente direcionar seus amigos para seus perfis em outros plataformas.

“Somos mais de 24 milhões de usuários agora, com cerca de 40.000 inscrições por dia”, complementa Zaccaria. No entanto, apesar da avaliação em mais de US$ 1 bilhão, os fluxos de receitas da empresa são considerados limitados, tendo em vista que só vem a partir das assinaturas mensais.

Leia também: Como cobrar frete nas redes sociais usando o Meus Links de Frete do Melhor Envio

Fonte: Tech Crunch