Redação E-Commerce Brasil

Como impulsionar vendas através de dados comportamentais em tempos de crise

Quinta-feira, 26 de março de 2020   Tempo de leitura: 4 minutos

Cada vez mais saber quais são os hábitos, comportamentos e tendências dos consumidores se tornar essencial para o negócio. Em tempos de crise, como a que vivemos atualmente com o novo coronavírus (Covid-19), essa estratégia se torna ainda mais essencial, segundo Luis Felipe Delbucio Amadio, especialista em Soluções na All iN.

Luis Felipe Delbucio Amadio e Vivianne Vilela, diretora executiva do E-Commerce Brasil no Marketplace Conference Live Edition

Durante o Marketplace Conference Live Edition 2020, o especialista deu dicas de como os varejistas podem criar laços com os clientes agora para continuarem firmes no mercado após o período de quarentena. “Temos que ter sabedoria de como lidar com esse cliente. A gente não pode parar, se não vai ser pior. O momento está bem difícil, mas vai passar, e precisamos criar estratégias para o que fazer depois disso”, aconselha.

 

Clientes que compraram com você valem ouro. Conquistar um lead pode custar de 5 a 7 vezes mais do que mantê-lo, e tem que continuar para não cair em desuso desse cliente, segundo Amadio. E que fazer depois de conquistá-lo?

  • Tenha estratégias de réguas de relacionamento desenhadas e automatizadas para continuar conversando com seu cliente, mesmo após a compra;
  • Acompanhe de perto toda a jornada de consumo;
  • Monitore o comportamento dele em relação a seu site e campanhas;
  • Mantenha-o informado das novidades;
  • Crie vínculos. Faça o cliente perceber o quanto é valioso para você.

É preciso estar sempre por dentro dos hábitos dos clientes, ainda mais agora. “Você pode começar a perguntar se o cliente está em casa, se está indo trabalhar, o dia a dia etc, para saber como impactar esse cliente. Por exemplo: um cliente que está em casa pode querer comprar uma TV melhor para utilizar nesse tempo”, sugere Amadio.

 

E o que fazer com os clientes inativos?

“Com o passar do tempo é normal que uma parcela deixe de comprar e interagir com você, e bombardear a sua base inativa de comunicação sem estratégia sólida não trará efeito”, afirma o especialista. Por isso, Amadio aconselha que os varejistas escolham estratégias para atrair o clientes, seja SMS, Instagram, Facebook etc, e monitorar esse cliente. “É acertar mais o tom do que vai conversar do que a oferta, ainda mais em tempos de coronavírus”, completa.

“Gerenciando seus clientes de forma eficiente faz com que você otimize os gastos com a aquisição de novos e ainda aumenta a fidelização com a sua marca”, finaliza Amadio.

Leia também: “Dropshipping não é muamba!”: aprenda a aplicar o conceito no seu negócio

Confira a apresentação completa do Luis Amadio:

[Marketplace Conference 2020| Live Edition] Como impulsionar a venda de seus produtos nos Marketplaces através de dados comportamentais from E-Commerce Brasil

Por Dinalva Fernandes, da redação do E-Commerce Brasil


Quer acompanhar os conteúdos do Marketplace Live Edition 2020? Fique por dentro das palestras e matérias sobre os impactos do coronavírus no mercado de e-commerce e marketplace em tempo real.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.