Redação E-Commerce Brasil

Coronavírus: entregadoras da Amazon recebem auxílio do governo americano

Terça-feira, 14 de julho de 2020   Tempo de leitura: 3 minutos

Dezenas de empresas que lidam com entregas de última milha para a Amazon receberam fundos do programa de alívio de coronavírus do governo americano, segundo reportagem do CNBC.

A Peregrine Express, Rapid Logistics, Systemize Logistics, Sheffield Express e Valdivia Logistics receberam pelo menos US$ 1 milhão em empréstimos, cada uma, enquanto dezenas de outros parceiros de entrega receberam cerca de US$ 350 mil.

Um representante da Rapid Logistics confirmou que recebeu um empréstimo do auxílio. A Amazon, Peregrine, Systemize, Sheffield e Valdivia não responderam aos pedidos da reportagem.

O programa Delivery Service Partner (DSP) da Amazon, lançado em 2018, é composto por pequenas empresas de entrega em todo o país, cada uma com redes de cerca de 40 vans e, às vezes, centenas de motoristas contratados. As empresas pegam pacotes nos postos de entrega da Amazon e os entregam na porta dos clientes.

O programa permitiu à gigante americana aumentar rapidamente seus recursos de entrega de última milha e competir com parceiros de remessa como UPS e FedEx. Ao terceirizar a entrega de última milha para centenas de pequenas empresas, a Amazon pode evitar muitos dos custos associados ao emprego e à manutenção de veículos.

O PPP foi criado para que pequenas empresas pudessem permanecer à tona e continuar pagando aos funcionários durante a crise econômica causada pelo coronavírus. Os empréstimos, distribuídos para 650 mil empregadores, podem ser perdoados se os destinatários gastarem a maior parte do dinheiro em manter sua folha de pagamento.

Amazon fatura, mas e as entregadoras?

A Amazon aumentou seu faturamento desde que a pandemia atingiu os EUA em fevereiro e março. As ações subiram 66% este ano e estão sendo negociadas em um recorde, graças à confiança dos consumidores na empresa por itens essenciais e mantimentos domésticos, bem como pelos crescentes negócios de computação em nuvem da Amazon.

Como os DSPs são menores e não são negociados publicamente, não está claro quanto do desempenho da Amazon chegou aos parceiros de entrega. A lei do auxílio exige que todos os mutuários atestem que “a incerteza das condições econômicas atuais torna necessária a solicitação de empréstimo para apoiar as operações em andamento do beneficiário elegível”.

Leia também: Amazon perde tráfego no mercado, mas permanece à frente da concorrência

As informações são do site americano CNBC

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.