Redação E-Commerce Brasil

Mercado de e-commerce cresce puxado por bens de consumo imediatos

Segunda-feira, 13 de abril de 2020   Tempo de leitura: 3 minutos

Nos meses de fevereiro e março (início das restrições de circulação em várias partes do Brasil, por causa do coronavírus), as vendas de bens de consumo aumentaram mais de 100% nos comércios online, na comparação com o mesmo bimestre de 2019.

Os dados foram divulgados pela Cuponation, baseados em uma compilação de informações sobre como está a relação entre os e-commerces e os consumidores e como está sendo essa adaptação comercial.

O levantamento foi realizado entre fevereiro e março deste ano pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico em conjunto com a Compre&Confie. Sem poder funcionar por causa da quarentena, vários comércios físicos estão tendo que se adaptar para sobreviver e migrar para o online, além de investir em serviços de delivery.

Leia também: Apesar da pandemia, e-commerce brasileiro mantém trajetória de crescimento

Bens de consumo

Outra comparação feita pelo estudo é entre os primeiros 15 dias de março de 2020 e as duas primeiras semanas do mesmo mês do ano anterior. Neste levantamento, o Statista registrou, de acordo com a Cuponation, que as categorias Saúde e Higiene tiveram o maior número de buscas online. E houve um aumento em mais de 120% em vendas apenas no Brasil.

Entre os itens mais buscados estavam máscaras e sabonetes, além do Álcool em gel (disparado na liderança). Esta mesma pesquisa, mostra que outros produtos (não relacionados à saúde e higiene) cresceram apenas 40% em média.

A pesquisa completa pode ser acessada neste link

A pesquisa, segundo a Cuponation, está relacionada aos trabalhadores e empresários que possuem um comércio popular online. E não se aplica aos microempresários ou trabalhadores informais, que devem ser os mais atingidos pela crise no país, de acordo com a empresa.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER