Redação E-Commerce Brasil

BC chinês diz que agirá de forma firme por internacionalização do iuan em 2021

Terça-feira, 21 de setembro de 2021   Tempo de leitura: 1 minuto

A China promoverá a internacionalização do iuan “de forma firme e prudente” em 2021 e desenvolverá ainda mais os mercados offshore da moeda, disse o banco central no sábado (18).

Os acordos transfronteiriços em moeda local totalizaram 28,39 trilhões de iuanes (US$ 4,39 trilhões) em 2020, um aumento de 44,3% em relação ao ano anterior, disse o Banco Popular da China em seu relatório de internacionalização do iuan de 2021.

Os acordos internacionais em iuanes representaram 46,2% do total de acordos internacionais, atingindo um recorde, disse o banco central.

As liquidações transfronteiriças no comércio exterior alcançaram 4,78 trilhões de iuanes no ano passado, um aumento de 12,7% em relação a 2019, disse o banco central.

O banco central fortalecerá o monitoramento dos fluxos de capitais internacionais e evitará riscos sistêmicos, acrescentou.

A China tem tentado aumentar a influência global do iuan desde 2009 para reduzir a dependência do dólar dos EUA no comércio e em acordos de investimento e assim desafiar o papel do dólar como principal moeda de reserva do mundo.

Mas, apesar de alguns passos em direção à liberalização, o país mantém um controle rígido sobre a moeda devido a preocupações de que a volatilidade excessiva possa afetar os fluxos de capitais internacionais e prejudicar a economia.

Leia também: China pede que gigantes da tecnologia parem de bloquear links de rivais

Fonte: Reuters, via 6 Minutos

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER