Redação E-Commerce Brasil

Novo patamar do e-commerce: 1,21 bilhão de acessos em setembro!

Terça-feira, 13 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 3 minutos

A Conversion divulgou a edição de outubro do Relatório Setores do E-commerce no Brasil, report gratuito. Essa edição traz os dados de setembro de 2020, mês em que as maiores lojas virtuais brasileiras registraram a marca de 1,21 bilhão de acessos. Foi um período de queda em relação ao último mês (-4,8%), mas de aumento na comparação com o ano anterior (+4,3%).

Após vários meses de recordes do comércio eletrônico, setembro foi um mês que consolidou as novas bases do e-commerce brasileiro. Segundo o estudo, o setor estabelece 1,2 bilhão de acessos como o mínimo a ser registrado de agora em diante.

Top 5 categorias com crescimento desde a pandemia

Pet lidera o mês de setembro com a maior taxa de crescimento, 71% comparado à fevereiro. O setor de Comidas & Bebidas se mantém na segunda posição, porém com um crescimento inferior ao mês passado. Já a categoria Casa e Móveis — após três meses como líder em taxa de crescimento — caiu para 3° lugar em setembro.

 

E-commerces que mais cresceram em setembro destacam sites de moda

Dos 15 sites com maior taxa de crescimento no pós-pandemia, 4 são da categoria Moda e Acessórios. Nessa análise, consideramos apenas sites com mais de 1 milhão de acessos mensais.

O novo patamar do e-commerce

Os últimos meses têm apresentado resultados positivos para o e-commerce no Brasil. O boom da pandemia não somente elevou os acessos mensais, como definiu um novo patamar de crescimento do e-commerce para o próximo ano.

Dos 15 setores analisados em setembro, 13 tiveram crescimento em comparação ao mesmo período do ano passado. Os números reforçam o quanto a pandemia impulsionou novos hábitos de consumo e compras em um cenário definido por muitos como “novo normal”.

Os setores que crescem a taxas acima de 30% no YoY (Year over Year, ou ano após ano) – tais como Comidas & Bebidas (+67%), Pets (+48%) e Casa & Móveis (+42%), já notaram o potencial que seus sites podem atingir. Agora, estão mirando seus esforços para novembro, o mês mais importante para as lojas online devido à Black Friday. Ao mesmo tempo, o setor de turismo já demonstra recuperação de +132% ante o menor número da pandemia.

Expectativa para os próximos meses

Como apresentado, sendo setembro um mês de sazonalidade mais baixa, a marca de 1,21 bilhão de acessos é um grande marco. Ele torna a casa de 1,1 bilhão de acessos o novo “mínimo” do comércio eletrônico brasileiro.

Para outubro, mesmo com a reabertura mais intensa do comércio físico, espera-se um crescimento de 0,5% do e-commerce, o que faz o setor retomar a 1,22 bilhão de acessos.

Porém, como muitas companhias estão antecipando a Black Friday, pode ser que esse número esteja acima.

Black Friday e a grande expectativa

Segundo as análises, o tráfego na Black Friday deverá girar entre 1,48 e 1,79 bilhão de acessos. Isso representa um crescimento de até 30% da maior data do comércio online e já pode ser considerada uma das principais do varejo.

Baixe o relatório na íntegra.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.