Logo E-Commerce Brasil

Kantar prevê aumento de 5,5% nas compras de bens massivos na América Latina em 2024

Por: Amanda Lucio

Jornalista e Repórter do E-Commerce Brasil

De acordo com um levantamento da Kantar, existe a previsão um aumento de 5,5% no número total de bens massivos na América Latina em 2024. O novo estudo da empresa busca compreender como os consumidores se comportam em relação às compras.

(Imagem: Freepik)

“Ainda estamos consumindo menos em comparação com outras partes do mundo. Os latino-americanos gastam, em média, 30% a menos do que os britânicos. Apesar disso, se considerarmos o volume de compras desde 2007, somos a região que mais cresceu”, observou Marcela Botana, diretora de desenvolvimento de mercado para a América Latina na Kantar.

A pesquisa Índice de Pressão da Kantar, analisa fatores econômicos como desemprego, inflação e crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), confirma um cenário favorável na maioria dos países latino-americanos.

Brasil e México continuam liderando a região, mas outros países, como América Central, Peru e Equador, estão se aproximando da média positiva, seguidos por Colômbia, Bolívia e Chile, que estão revertendo a tendência negativa. A Argentina ainda é a exceção, enfrentando a instabilidade econômica.

Fatores impulsionadores do desempenho

Além de projetar o crescimento nas compras de produtos de consumo em massa, a Kantar também identificou os impulsionadores desse desempenho positivo.

O primeiro fator é o s/visa-supera-previsoes-trimestre" data-type="ecbr-news" data-id="116425" target="_blank">aumento nas compras, impulsionado pela redução da inflação e pelo aumento do poder de compra. “No final de 2023, as famílias começaram a recuperar o tamanho das compras e a ajustar a frequência. Esperamos que isso continue em 2024. Além das compras menores, prevemos uma recuperação nas compras maiores, como abastecimento ou reposição – que eram as mais impactadas”, explicou Marcela.

Essa mudança na dinâmica de compra coincide com o momento atual do omnichannel. Após um aumento de 20% no número de canais visitados desde 2020, as famílias latino-americanas já estão familiarizadas com diferentes formatos e podem agora usar esses canais de maneira mais eficaz de acordo com suas necessidades.

É importante destacar que as classes sociais mais baixas foram as que mais adotaram essas mudanças, principalmente devido ao maior acesso aos meios de pagamento. Desde 2021, esse grupo aumentou significativamente o número de canais visitados. Atualmente, 73% utilizam cartões para suas compras.