Logo E-Commerce Brasil

Jadlog firma parceria com SOS Mata Atlântica para compensar emissões de carbono

Por: Júlia Rondinelli

Editora-chefe da redação do E-Commerce Brasil

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e especialização em arte, literatura e filosofia pela PUC-RS. Atua no mercado de <nowrap>e-commerce</nowrap> desde 2018 com produção técnica de conteúdo e fomento à educação profissional do setor. Além do portal, é editora-chefe da revista E-Commerce Brasil.

Através de um projeto de restauração florestal realizado em conjunto com a SOS Mata Atlântica, a Jadlog doará 2 mil mudas de árvores anuais por cinco anos 

Reduzir o impacto das emissões de CO2 decorrentes das operações logísticas é uma das iniciativas de responsabilidade socioambiental que a Jadlog vem realizando. Para isso, a empresa, uma das maiores do setor de transporte de cargas fracionadas do País e a transportadora privada mais utilizada pelo e-commerce, deu início a um projeto de restauração florestal em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica, uma das entidades mais reconhecidas na proteção ambiental.

A cooperação da Jadlog prevê a doação de 2.000 mudas de árvores anuais ao projeto, por cinco anos, considerando que, para compensar cada tonelada de CO2 na atmosfera, é desejável o plantio de seis árvores. Ao final do período, será compensada a emissão de 1.665 toneladas de CO2, ou 333 toneladas por ano.

“A parceria com a SOS Mata Atlântica é mais uma atitude da Jadlog na direção da sustentabilidade empresarial, que, em nosso caso, volta-se a uma logística mais verde. Nosso objetivo é o de reforçar cada vez mais os nossos compromissos com a responsabilidade socioambiental, a redução das emissões e a maior eficiência no transporte de cargas”, afirma o CEO da Jadlog, Bruno Tortorello.

Este volume compensa as emissões de carbono associadas ao consumo de energia elétrica da matriz da Jadlog, em São Paulo, e das sete filiais espalhadas por capitais do Brasil, além de compensar o consumo de gás da empresa e de combustível de aviação referentes às viagens aéreas dos executivos. Também compensará o consumo da frota nas operações de transporte de documentos para o setor bancário.

A iniciativa contribui para a preservação da Mata Atlântica, uma das principais reservas para a conservação da biodiversidade do mundo, sendo que mais de 90% do bioma está localizado no Brasil e ocupa 15% do território nacional. É a floresta com a maior diversidade de árvores por hectare no mundo, abriga cerca de 2.000 espécies ameaçadas da flora e fauna nacional e é lar de mais de 20.000 espécies. Está entre os biomas mais ameaçados do planeta e diversas ações vêm sendo feitas para preservar os 12,4% que restam de sua área.

Além desta parceria, a Jadlog desenvolve outras ações de responsabilidade socioambiental. É membro do PLVB (Programa de Logística Verde Brasil), uma iniciativa do IBTS (Instituto Brasileiro de Transporte Sustentável) que reúne diversas empresas e estimula, entre outros pontos, a diminuição das emissões atmosféricas de gases causadores do efeito estufa, especialmente o CO2.

Nesse sentido, a Jadlog vem intensificando suas iniciativas para reduzir e neutralizar essas emissões, especialmente em capitais e regiões metropolitanas. Desde o segundo semestre de 2021, a transportadora utiliza veículos que emitem menos dióxido de carbono, contando atualmente com dois caminhões VUC 100% elétricos e 4 caminhões truck bicombustíveis (movidos a Gás Natural Veicular e diesel), além de mais de 100 utilitários movidos a GNV.

No roteiro de São Paulo a Brasília, por exemplo, cada caminhão truck bicombustível economiza 120 litros de diesel por viagem de ida e de volta, deixando de emitir 2.760 kg de CO2 na atmosfera, pois cada litro de diesel poupado corresponde a 23 kg a menos de CO2 no ar. Em relação aos veículos 100% elétricos, que possuem autonomia na faixa dos 200 km de distância, devido à bateria, a redução é de pelo menos 2.000 kg de CO2 na atmosfera por mês por caminhão.

“Olhar o impacto da atividade em termos da emissão de gases de efeito estufa é primordial quando falamos de uma atividade como a de logística e transporte, que envolve, primordialmente, a circulação de veículos e o consumo de combustível. Por isso, utilizar biocombustíveis e veículos elétricos tem um impacto muito positivo na redução das emissões de CO2, e a Jadlog seguirá avançando nessa direção, ciente de sua responsabilidade socioambiental”, ressalta Bruno Tortorello.

Em sua operação, a Jadlog utiliza toda a aviação comercial e cargueira do país. A frota terrestre dedicada é composta por mais de 240 caminhões e carretas e 2.500 utilitários.

Leia também: 95% das compras online no final de semana do Dia dos Namorados vieram de smartphones.