Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Google paralisa receita da Play Store e pagamentos do Youtube na Rússia

Quinta-feira, 10 de março de 2022   Tempo de leitura: 4 minutos

O Google está suspendendo o faturamento em sua loja de aplicativos móveis, Play, e pausando serviços baseados em pagamento para usuários do YouTube na Rússia – culpando a “interrupção do sistema de pagamento” relacionada às sanções ocidentais aos bancos russos. A medida entrou em vigor a partir das 13h (horário do Pacífico), na quarta-feira (9).

O desenvolvimento, que foi relatado anteriormente pela Reuters , ocorre após a invasão da Ucrânia pela Rússia e as sanções aos bancos russos que se seguiram rapidamente quando o Ocidente optou por uma resposta econômica à guerra de Putin na Europa.

Em uma nota de suporte em seu site para desenvolvedores Android, o Google confirmou a suspensão do faturamento do Play. Veja:

“Devido à interrupção do sistema de pagamento, pausaremos o sistema de faturamento do Google Play para usuários na Rússia nos próximos dias. Isso significa que os usuários não poderão comprar aplicativos e jogos, fazer pagamentos de assinatura ou realizar compras no aplicativo de produtos digitais usando o Google Play na Rússia. Os aplicativos gratuitos permanecerão disponíveis na Play Store”, afirma a companhia.

Um porta-voz do YouTube confirmou a “pausa” nos serviços baseados em pagamento na Rússia por meio de um comunicado enviado ao Tech Crunch.

“Recentemente, pausamos todos os anúncios do Google e do YouTube na Rússia. Como acompanhamento, agora estamos estendendo essa pausa para todos os nossos recursos de monetização, incluindo YouTube Premium, Clubes dos canais, Super Chat e Merchandise, para espectadores na Rússia”.

Google e sanções

Não foi confirmado se as sanções bancárias que agora estão interrompendo os pagamentos no Play e no YouTube também significarão, ao Google, uma suspensão forçada de quaisquer vendas de anúncios restantes na Rússia.

Segundo a Reuters, os canais do YouTube na Rússia ainda poderão gerar receita de espectadores fora o país por meio de anúncios e recursos pagos, o que sugere que não há um corte total.

Apesar disso, o cenário se mostra cada vez mais desafiador aos russos fazer e receber pagamentos de/para entidades estrangeiras em razão das muitas sanções dos países ocidentais.

Leia também: McDonald’s cita prejuízo de US$ 50 mi mensais com lojas fechadas na Rússia

Fonte: Tech Crunch

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER