Projeto mantido por:

Social commerce: benefícios das redes sociais para sua loja virtual

por Maria Lilian Quarta-feira, 20 de abril de 2022   Tempo de leitura: 10 minutos

Otimizar a jornada de compra deixou de ser uma opção, e passou a se tornar uma necessidade para lojas virtuais dos mais diferentes tamanhos e segmentos. Por esse motivo, o social commerce vem ganhando cada vez mais destaque no mundo do comércio eletrônico.

Trata-se de uma tecnologia capaz de gerar conversões e engajamento de maneira paralela, complementando as vendas do seu e-commerce enquanto oferece uma experiência mais completa para o seu cliente.

Neste artigo, vou abordar alguns tópicos sobre esse assunto, apresentando o conceito, as principais plataformas e os benefícios do social commerce para sua empresa.

O que é social commerce?

O termo social commerce nasce da junção de “social media” com “e-commerce”. De maneira resumida, essa palavra se refere aos processos de venda que ocorrem diretamente nas redes sociais.

Ou seja, essa alternativa permite que toda a experiência de compra ocorra nesse tipo de mídia, contemplando desde a pesquisa e a descoberta dos produtos, até o processo de conversão e finalização da compra.

Tudo isso ocorre sem a necessidade de inserir um link externo, ou solicitar um novo cadastro, apresentando uma experiência dinâmica, otimizada e perfeita para atrair, impactar e conquistar o cliente com rapidez.

Atualmente, existem diversos aplicativos que permitem esse tipo de funcionalidade. Dessa forma, o usuário tem a chance de ver um conteúdo de divulgação de um determinado produto, se interessar, e adquiri-lo ali mesmo, de forma imediata e em tempo real.

Esse contexto é uma excelente oportunidade para você que deseja expandir os canais de venda da sua empresa, atingindo as plataformas que o seu público mais usa, sem deixar de lado o site principal ou suas contas nos marketplaces.

Algumas plataformas para investir no social commerce

Instagram

O Instagram é uma das plataformas que mais têm investido em ferramentas e recursos para atividades de social commerce. Isso acontece por conta da natureza mobile da rede social, que já está consolidada há anos e permanece extremamente relevante no mercado.

Essa característica se conecta diretamente com o comportamento do consumidor atual, que também está comprando cada vez mais por meio dos smartphones.

Além do mais, o Instagram também se destaca pelo foco em publicações visuais, aspecto ideal para divulgar produtos dos mais diferentes segmentos.

A plataforma conta com o Instagram Shop, espaço onde os visitantes podem encontrar anúncios de diferentes produtos. Além da navegação interativa, essa funcionalidade permite que o usuário faça negociações diretamente com cada perfil.

Facebook

O Facebook é uma das plataformas de social commerce mais populares do mercado, e isso não é à toa. Ela possui uma base de usuários extremamente expressiva, o que, por si só, oferece bastante exposição para as empresas.

Outro ponto importante é que o Facebook foi a primeira rede social que introduziu o botão de “Comprar” entre as possibilidades de CTAs.

Além do mais, essa rede social também oferece recursos de publicidade incríveis, como o Face ADS, que permite segmentações e análises avançadas de cada campanha de anúncios.

Tik Tok

É possível afirmar que o Tik Tok é uma das redes sociais mais importantes do mundo atual. Afinal, ela conquistou em cheio a geração Z, e conseguiu expandir seu público de maneira surpreendente.

Hoje, ela conta com usuários de diferentes idades e interesses, e está chamando a atenção de empresas do mundo todo, estabelecendo, assim, um grande potencial na plataforma.

No momento, o algoritmo do Tik Tok permite que suas publicações conquistem uma grande visibilidade, principalmente quando comparamos com as outras mídias, que limitam o alcance orgânico das publicações.

Esse contexto faz com que a plataforma seja muito utilizada para aumentar o faturamento, através de conteúdos criativos que divulgam e vendem diversos produtos. Além do mais, ela contribui com o engajamento e o reconhecimento da sua marca.

Nesse sentido, a melhor opção é fazer uma análise da plataforma e compará-la com suas personas. Dessa forma, você poderá identificar se essa rede é compatível com a realidade do seu e-commerce.

Três benefícios do social commerce para sua empresa

1. Impulsiona o engajamento

O marketing nas redes sociais abre as portas para a comunicação plena entre marcas e clientes. Isso permite que as empresas se relacionem com seu público, e não apenas vendam.

Seu conteúdo irá aparecer de maneira regular nos diferentes feeds dos seus clientes, que poderão interagir por meio de reações, comentários, marcando amigos, compartilhando e, claro, comprando.

Essas ações, por si só, ajudam a divulgar seus produtos, expandindo as possibilidades de conversão enquanto estabelecem um relacionamento mais próximo com os usuários.

2. Otimiza o tempo e a experiência do seu cliente

Diversas redes sociais permitem que as pessoas comprem diretamente pela plataforma, em vez de direcioná-las para um site externo (onde elas precisam realizar cadastros ou preencher formulários).

No Facebook e no Instagram, por exemplo, é possível navegar pelo feed, encontrar um produto de interesse, apertar o botão comprar, e pronto. A jornada de compra se torna leve, rápida e intuitiva.

Claro que isso não impede você de divulgar seu e-commerce. Afinal, ficar dependente de plataformas de terceiros também é um movimento arriscado. Contudo, ao trabalhar de maneira paralela, você terá a chance de conquistar ótimos benefícios.

3. Aumenta o número de vendas por meio de smartphones

Pesquisas apontam que 93% dos usuários acessam as redes sociais por meio de dispositivos móveis. Nesse sentido, o social commerce possibilita que o seu cliente compre seus produtos em qualquer lugar.

Lembre-se de que quase todas as plataformas de mídia social são otimizadas para o mobile. Isso torna a experiência do usuário mais confortável, o que o prende por mais tempo na plataforma.

Ao utilizar esse contexto para vender mais, você terá a chance de transformar usuários passivos em clientes espontâneos, contribuindo de maneira direta para o aumento das vendas.

Outro ponto relevante é que o social commerce facilita a ação de comparar produtos ou consultar a opinião de terceiros, sem necessariamente ter que sair do aplicativo.

Conclusão

Investir no social commerce é uma excelente oportunidade de conquistar mais clientes e expandir os resultados da sua loja virtual. Lembre-se de que o ideal é trabalhar com diversos canais de venda em paralelo. Por isso, não deixe de atualizar o seu site e os seus marketplaces de maneira constante.

Espero que tenha gostado do artigo!

Em breve, trarei um conteúdo exclusivo sobre a importância do tráfego orgânico para o e-commerce. Continue acompanhando para não perder nenhuma atualização!

Leia também: Como ligar e-commerce e experiências de mídia social

 

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER