Logo E-Commerce Brasil

Rakuten Advertising desenvolve programa próprio de afiliados para marcas do varejo

Por: Júlia Rondinelli

Editora-chefe da redação do E-Commerce Brasil

Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero e especialização em arte, literatura e filosofia pela PUC-RS. Atua no mercado de <nowrap>e-commerce</nowrap> desde 2018 com produção técnica de conteúdo e fomento à educação profissional do setor. Além do portal, é editora-chefe da revista E-Commerce Brasil.

Na busca por fomentar a geração de receitas e movimentar a economia em tempos de Covid-19, a Rakuten Advertising — especializada em publicidade e marketing digital, uniu toda a sua tecnologia e expertise em uma solução customizada para marcas do varejo que funciona como um programa próprio de afiliados, na qual não só canais de conteúdo (publishers), mas também funcionários e pessoas físicas poderão se transformar em verdadeiros vendedores virtuais.

O programa foi desenvolvido para ser aplicado por qualquer marca do varejo, sendo uma ótima saída para as empresas que buscam por soluções diante de um momento de crise econômica, na qual muitas lojas físicas foram obrigadas a fechar as portas devido a pandemia do novo coronavírus.

Entre as vantagens de um programa próprio de afiliados é o maior engajamento da marca com os afiliados da rede da Rakuten Advertising, já que eles terão acesso a uma plataforma dedicada com links traqueáveis de anúncios de produtos específicos, além de campanhas e um comissionamento diferenciado.

Além disso, a plataforma também poderá ser orientada a funcionar como um programa de social selling, com foco somente nos colaboradores e embaixadores de uma determinada marca, que passam a utilizá-la para realizar vendas nas suas redes sociais como Whatsapp, Facebook, Instagram, entre outras.

A primeira grande marca que já aderiu a solução é a Lojas Marisa, que já está usando a plataforma para engajar os colaboradores e qualquer pessoa física por meio do programa Sou Sócia, cuja proposta é oferecer uma renda extra aos participantes e trazer novos clientes para o canal de vendas online da varejista.

“Tínhamos a tecnologia para desenvolver uma plataforma que atendesse a necessidade dos médios e grandes varejistas de maneira rápida e eficaz, unindo o sistema de marketing de afiliados por meio de links de produtos com a força de vendas dos colaboradores, muitos deles que foram obrigados a ficarem em casa, devido ao fechamento da operação dessas marcas que da noite para o dia tiveram que repensar toda a sua estratégia de atuação no Brasil, praticamente toda pautada no varejo físico”, afirma Luiz Tanisho, country manager da Rakuten Advertising no Brasil.

Outra novidade é que a partir de agora não é necessário ter um CNPJ para se tornar um afiliado da rede e basta ter um CPF ativo para ter acesso as campanhas dos mais diversos anunciantes parceiros. A empresa ainda promete 10% de bonificação adicional sobre o comissionamento de vendas geradas por pessoas físicas nos próximos três meses.