Logo E-Commerce Brasil

Classe C será responsável por 41,7% dos gastos com material escolar

Por: Vivianne Vilela

Diretora de Conteúdo do E-Commerce Brasil

Vivianne Vilela atua como Diretora de Conteúdo, do E-Commerce Brasil há mais de 11 anos. É responsável pela curadoria dos eventos, dentre eles o Fórum E-Commerce Brasil (maior evento de <nowrap>e-commerce</nowrap> das Américas). Passou mais de 7 anos trabalhando em projetos nacionais para promover a inclusão, transformação e expansão no uso da tecnologia dos pequenos negócios no Brasil pelo Sebrae Nacional.

Neste ano, a classe C superou a classe B e terá o maior potencial de consumo de material escolar do País, de aproximadamente R$ 2,8 bilhões, segundo dados do Ibope Inteligência.De acordo com o levantamento, o gasto da classe C deve responder por 41,7% do total da despesa do brasileiro com artigos de ‘volta às aulas’, que ficará na casa dos R$ 6,8 bilhões. A classe B, por sua vez, deve gastar R$ 2,65 bilhões, o equivalente a 38,9% do total.

No ano passado, o gasto médio com material escolar foi 11% menor, com as classes C e B gastando em torno de R$ 2,6 bilhões e R$ 2,4 bilhões, respectivamente.

Sobre as classes A e DE, o potencial de consumo do item, estimado para este ano, é de R$ 621 milhões e R$ 702 milhões, nesta ordem. Na análise por região, o Sudeste tem o maior potencial de consumo de material escolar neste ano, com R$ 3,4 bilhões. Em seguida, aparecem Nordeste (R$ 1,2 bilhão), Sul (R$ 1,05 bilhão) e Centro-Oeste (R$ 600 milhões). A região Norte aparece em último lugar, com R$ 460 milhões em potencial de consumo.

Quando o assunto é gasto por habitante, a pesquisa estima que este fique em torno de R$ 41,54, ante os R$ 37,62 do ano passado. Neste sentido, por região, o Centro-Oeste é o destaque, com um potencial de consumo de R$ 46,55.

[via Supermercado Moderno]