O que esperar para os setores Saúde e Beleza em 2021?

por Alessandro Silveira Sexta-feira, 01 de janeiro de 2021   Tempo de leitura: 6 minutos

O comércio eletrônico de Saúde e Beleza já vinha apresentando curvas ascendentes ano após ano, tanto no volume de pedidos realizados quanto no faturamento — além de novos sellers e consumidores. Mas, como você vê o crescimento desse segmento em 2020? Um evento atípico e passageiro ou um preview do que está por vir? Será que as pessoas vão retomar seus hábitos de consumo no varejo físico quando a pandemia acabar?

Precisamos ser realistas: é bastante provável que haja um meio termo. Ou seja, varejos físico e virtual de Saúde e Beleza continuarão coexistindo (muitas vezes no formato omnichannel). E isso é ótimo para que as empresas cresçam de modo saudável e diversificado, contribuindo para a retomada da economia.

Mais tempo em casa, mais tempo para si

Com as regras de distanciamento social, passamos mais tempo dentro de casa. Por isso, muitas pessoas investiram em reformas e móveis para home office. Mas também tivemos mais tempo para nossos cuidados pessoais – e essa pode ser uma boa justificativa para o crescimento de 68% no faturamento do segmento de cosméticos entre 1º de março e 14 de junho, conforme estudo elaborado pela Corebiz. Somente batons foram responsáveis por uma receita 29% maior em todo o Brasil. A venda de hidratantes para rosto e corpo, séruns, tônicos e máscaras faciais também tiveram aumento em todo o país.

Já dados divulgados pela ABComm mostraram que a categoria Beleza e Perfumaria foi a que teve maior representatividade nas 105,6 bilhões de transações realizadas no e-commerce durante o primeiro semestre de 2020. Segundo a entidade, o segmento teve uma das maiores altas no período (107,4%), resultando em R$ 2,11 bilhões de faturamento.

Outro segmento que ganhou reforço foi Saúde/Farmácia. De acordo com o relatório Webshoppers 42ª edição, organizado pela E-bit|Nielsen, no 2º trimestre de 2020 houve aumento de 48% no número de pedidos e 42% no faturamento em comparação ao mesmo período do ano anterior. O estudo aponta, ainda, que os aplicativos de farmácias apresentaram a segunda maior entrada de novos shoppers: 10% das pessoas começaram a fazer compras via APP motivadas pelo delivery de itens para a saúde.

E as tendências para o futuro?

Ok, Saúde e Beleza estão com tudo no e-commerce, mas o que esperar para 2021? Vale a pena investir nesse segmento ou já passou o timing? Se você for estratégico, vale muito a pena explorar a oportunidade.

A grande tendência será entregar EXPERIÊNCIA aos consumidores, pois eles estão cada vez mais ambientados com as compras pela internet, mas muitos ainda sentem falta do contato oferecido por uma loja física. Pensando nisso, confira algumas dicas para você surfar na onda do e-commerce de Beleza e Saúde em 2021:

Atendimento

A experiência do usuário começa pelo atendimento da sua loja virtual. A dica é caprichar na riqueza das informações (descrição, fotos e vídeos) inseridas na loja própria ou marketplace e dar atenção aos comentários — responder dúvidas e avaliações, sejam positivas ou negativas).

Mas não para por aí. Qualifique sua equipe de vendas e suporte para que os clientes se sintam especiais: linguagem apropriada à persona; pró-atividade na resolução de possíveis imprevistos; transparência e fidelização por meio de um bom trabalho de pós-venda.

Unboxing experience

Pense em quando você vai a uma loja física comprar perfume e, quando chega em casa, descobre que o atendente deixou a amostra de um lançamento dentro da sacola. É uma boa surpresa, não acha? Isso é unboxing experience!

Fazer esse tipo de ação no e-commerce é possível e pode ser um grande diferencial para uma loja se destacar – especialmente no segmento de Beleza, já que os clientes adoram descobrir novidades. Embalagens personalizadas, cartões/recados, cupons de desconto para compras futuras e outros tipos de brinde são ótimas estratégias para otimizar a experiência de receber o pedido.

Personalização

Coloque-se no lugar do usuário: você visitou um e-commerce de cosméticos, navegou por diversas páginas, criou seu login e adicionou um tônico para peles oleosas na sacola, mas não fechou o pedido. No dia seguinte, recebe e-mail marketing com uma seleção de produtos para peles secas. Uma grande mancada em termos de atendimento!

Métricas, algoritmos e cookies existem para serem usados com inteligência. Portanto, use esses dados de modo estratégico (e ético), criando marketing digital personalizado e um bom cross selling.

Responsabilidade ambiental

O cuidado com o meio ambiente nem deveria ser chamado de tendência, mas sim de realidade. Infelizmente, alguns sellers ainda não entenderam a importância desse quesito. Se você não leva a responsabilidade ambiental a sério, essa é a hora.

Faça uma avaliação geral em sua empresa no que diz respeito à sustentabilidade: fornecedores, matérias-primas dos produtos, consumo de recursos, uso de embalagens recicláveis, parcerias com ONGs, entre outros pontos. Além de fundamentais para a preservação da natureza, esses cuidados agregam valor à sua marca.

E então? Pronto para ser um seller de Saúde e Beleza?

Sucesso nos negócios e até a próxima!

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER