As várias funcionalidades de um gateway de pagamentos no e-commerce

por Maria Cláudia Zanetti Sexta-feira, 18 de junho de 2021   Tempo de leitura: 6 minutos

Estamos vivenciando uma aceleração da transformação digital nas empresas e no modo de consumo, muito disso pautado na pandemia e em como as relações estão se organizando. Afinal, com as lojas fechadas, o e-commerce vem sendo a única maneira de sustento para diversas empresas e profissionais liberais.

Gateway de pagamentos podem garantir maior segurança dos dados transacionados.

Para extrair o máximo de vantagens da estratégia de vendas online, é indispensável compreender as peculiaridades das tecnologias que dão o suporte necessário aos processos no e-commerce. Como, por exemplo, as diversas funcionalidades de um gateway de pagamentos. Isso porque elas podem não apenas facilitar o fluxo de pagamentos, mas também garantir a segurança dos dados transacionados.

As diversas funcionalidades de um gateway de pagamentos no e-commerce

Em primeiro lugar vem o entendimento claro sobre a diferença entre um pagamento realizado em um estabelecimento de outro feito no e-commerce. Em uma venda presencial, por exemplo, a transação eletrônica ocorre por meio de um POS (Point of sale), mais conhecido como maquininha de cartão. Essa operação ocorre com senha ou outras formas de autenticação, como biometria, o que garante a confiabilidade da transação. Portanto, o emissor pode confirmar que o portador do cartão é ele mesmo, também conhecido no mercado de cartões como liability — conceito que define a responsabilidade em caso de um chargeback por fraude da transação, neste caso do emissor.

Por outro lado, em uma transação no e-commerce colocamos apenas número do cartão, data de validade e código de segurança. Nesse contexto, o liability da transação é do estabelecimento comercial, recaindo sobre este a responsabilidade de arcar com problemas de validação nessa transação (como quando ocorrem fraudes). Ao aceitar esse tipo de pagamento, o lojista se compromete com a responsabilidade de segurança das operações com o cartão de crédito. Afinal, como não há uso de senhas, a proteção dos dados e a autenticidade da operação são feitas somente por mecanismos que o lojista adota.

Esse é um conceito muito importante no mercado de pagamentos, e todos que ingressam no mundo do e-commerce devem saber. Caso contrário, quando o dono do e-commerce deixa de adotar as tecnologias e métodos necessários, corre o risco de expor o negócio ao risco.

Funcionalidades do e-commerce para a garantia de maior qualidade

Em vista da necessidade de garantir maior segurança às operações, diversos players do mercado oferecem funcionalidades para transações no e-commerce com o intuito de minimizar os riscos.

Uma das funcionalidades mais essenciais é o sistema antifraude. O mecanismo utiliza redes neurais artificiais para analisar diversos parâmetros e gerar um score da transação. E, dessa forma, busca identificar se aquela transação é fraudulenta ou autêntica. Tudo isso é feito em apenas alguns segundos e os parâmetros analisados podem mudar de uma empresa para outra. Alguns antifraudes envolvem o cruzamento das informações apresentadas e o padrão de comportamento do consumidor em outros estabelecimentos comerciais. Ou seja, por meio desses programas, é possível mapear toda a jornada de compra do consumidor, registrando sua geolocalização, proxy, de onde vieram, entre outros dados.

Usando esses recursos de inteligência artificial, o sistema pode detectar sinais de fraude. E, a partir daí, caso alguma inconsistência seja encontrada, a compra pode ser bloqueada ou direcionada para uma revisão manual. Neste caso, pode incluir um contato direto com o cliente por telefone para confirmar a compra, por exemplo.

3DS e a segurança nos pagamentos online

O 3DS 2.0 é outra funcionalidade importante e inovadora. Afinal, consiste em uma atualização do protocolo de segurança já existente para pagamentos online. Nessa nova tecnologia, são enviados 10 vezes mais dados ao longo da operação — que envolve uma comunicação entre estabelecimento comercial, emissor do cartão e portador do cartão. A maior novidade aqui é a autenticação do portador para transações no e-commerce, assim como é feita no POS. O intuito é aumentar a segurança nas transações, identificando e confirmando o portador. O fluxo das transações online que contam com o 3DS 2.0 funciona da seguinte forma:

  • comprador insere os dados do cartão no e-commerce;
  • provedor de serviços 3DS 2.0 envia os dados para o emissor do cartão;
  • emissor do cartão solicita a autenticação da compra;
  • dependendo do risco da transação, o provedor de segurança do emissor adota uma forma de autenticação que necessitará de uma ação do portador do cartão, como token, senha ou outro tipo de confirmação;
  • emissor envia o resultado da autenticação para o e-commerce.

Caso todos os dados estiverem corretos e a autenticação for aprovada, a compra é enviada para autorização, podendo ser aprovada ou negada. Ou seja, é verificado se é possível ser feita a compra no cartão, avaliando, por exemplo, se há saldo ou limite no cartão.

Para transações de débito, essa funcionalidade é obrigatória, mas para crédito é opcional. Aliás, é o emissor quem decide como vai autenticar o portador, podendo ser via token, digitação de senha, via app, entre outras. O objetivo das diferentes funcionalidades de segurança do e-commerce visa a garantia de maior proteção aos dados dos clientes e a prevenção de fraudes em lojas virtuais. São recursos que fornecem muito mais credibilidade para quem vende online e tranquilidade ao consumidor.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER