Como se preparar para a black friday e ter sucesso durante a pandemia?

por Maria Lilian Sexta-feira, 02 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 5 minutos

Neste ano, por causa da pandemia, o e-commerce atingiu um número muito expressivo em suas vendas. Se você também tem boas expectativas e quer saber como se preparar para a black friday 2020, leia este texto até o final e saiba o que fazer para melhorar o seu negócio online!

O último trimestre do ano é, tradicionalmente, um período muito movimentado e lucrativo para o e-commerce. Datas comemorativas como o Dia das Crianças, Black Friday e Natal sempre inspiram os consumidores a comprarem mais. Porém, em tempos de pandemia, como se preparar para a black friday e garantir o sucesso esperado?

Estima-se que em 2019 o varejo online lucrou R$ 3,2 bilhões durante a black friday, um aumento de 23,6% em relação a 2018, ano em que as vendas totalizaram R$ 2,6 bilhões.

E as expectativas para 2020 também são muito boas! Mesmo com todas as mudanças sofridas ao longo deste ano, a black friday será uma oportunidade de ouro para quem se planejar de maneira adequada!

Mas, a pergunta que fica é: como organizar o seu negócio para a black friday? Trabalhando há mais de 12 anos com e-commerces, já consegui perceber o que dá certo e o que não dá.

Por isso, quero compartilhar algumas dicas simples e eficazes, para você aproveitar ao máximo esse fluxo massivo de compradores online e colher os frutos das vendas.

1 – Entenda que os hábitos de compras mudaram

A pandemia parece destinada a impor mudanças permanentes e duradouras aos comerciantes e aos consumidores. Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) revelou que 61% dos entrevistados que fizeram aquisições online durante a pandemia compraram mais do que desejavam.

Isso mostra que as pessoas estão cada vez mais abertas a realizar compras em plataformas digitais. À medida que as marcas fazem do e-commerce o seu foco principal, e começam a introduzir opções que funcionam para o cliente, o número de vendas aumenta de forma significativa.

2 – Desperte o interesse do seu público agora

Acredite: uma boa parte do seu público já está fazendo suas compras de Natal, ou pesquisando alguns “desejos de consumo” para adquirir durante a black friday.

Portanto, esse é o momento de seduzir os usuários com códigos de cupom e ofertas especiais. Quer que a sua empresa se destaque da concorrência e lucre mais nesse período? Use gatilhos mentais para despertar a curiosidade e o interesse das pessoas pela sua marca desde já!

3 – Tenha uma plataforma adequada para o seu e-commerce

Embora as compras online tenham disparado em algumas empresas nos últimos meses, muitas delas também não estavam prontas para lidar com o aumento de tráfego e vendas em seus sites.

Por isso, para prosperar durante a black friday, é essencial investir em uma plataforma de e-commerce que seja adequada para as suas necessidades. Além de questões básicas como velocidade, existem outras pontos que não podem faltar, como: segurança para o cliente, facilidade no checkout etc.

4 – Valorize seus clientes atuais

Que tal segmentar sua lista de contatos com antecedência com base nos produtos que seus clientes já compraram? Ao invés de atingir o seu público inteiro com uma única oferta no dia da black friday (como todo mundo fará), você pode enviar alguns e-mails de pré-venda com conteúdos ou ofertas exclusivas para quem já comprou de você!

Mas, não vá com muita sede ao pote e tenha cuidado para não lotar a caixa de entrada dos seus leads. Pense de forma estratégica e ofereça algo que valha a pena. Faça com que abram seus e-mails porque você está oferecendo algo que realmente agrega valor e é de interesse do seu público.

5 – Otimize o seu site

Se você deseja vender muito nos próximos meses, então a sua empresa precisa estar pronta para receber uma grande quantidade de usuários. Por isso, faça uma pesquisa no seu site e realize melhorias desde já e garante que seus clientes tenham uma boa experiência ao comprar da sua marca.

É passar um pente fino mesmo e verificar se as imagens dos produtos estão com boa resolução, se as descrições de cada item está realmente de acordo, verifique se o carregamento do site está lento, certifique-se de que a versão mobile realmente funciona etc. Enfim, invista seu tempo para fazer isso agora e depois e evite dores de cabeça futuras!

Independente de qual o nicho de mercado que sua empresa está inserida, saiba que é possível reduzir os impactos do coronavírus no seu negócio online e continuar vendendo.

Não importa se você tem experiência ou não em e-commerce, se é uma grande ou uma pequena empresa. Saiba que há boas oportunidades de negócio para todo mundo. Faça o básico bem feito, crie uma estratégia que você consiga dar conta e o resultado virá! Boas vendas!

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.