Como realizar vendas fora da página de checkout de forma prática e segura

por Lucas Boechat Quarta-feira, 09 de junho de 2021   Tempo de leitura: 12 minutos

Em 2021, tecnologias de pagamento estão estreando no mercado, prometendo uma experiência única de compra no checkout. E o melhor: criando oportunidades de conversão de vendas. O mais recente é o WhatsApp Pay, aprovado em maio de 2021. Existem diversos meios de pagamento que vão além do checkout tradicional, eliminando a necessidade de acessar um site ou página para fechar a compra. Além disso, é uma mão na roda para lojas que estão começando o processo de levar seus negócios para o online.

Em 2020, o e-commerce cresceu vertiginosamente no Brasil, abrindo diversas oportunidades para que lojas levassem seus negócios para a internet. Relatório do Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital em parceria com o Neotrust | Movimento Compre & Confie, aponta que o ano fechou com um aumento de 73,88% nas vendas.

Neste artigo, vou falar sobre as opções de meios de pagamentos disponíveis fora da página de checkout, como elas funcionam e a segurança em cada transação financeira — bem como sua importância no contexto de digitalização de negócios. Boa leitura!

Evolução dos meios de pagamento online

Andando lado a lado com essa mudança de comportamento, meios de pagamentos digitais aceleraram sua adesão pelo consumidor, como o pagamento por aproximação, carteiras digitais, QR Code, link de pagamento e o Pix, grande marco para o ano de 2020. Em pesquisa do EBANX Beyond Borders 2020, 54% dos consumidores têm como preferência o cartão de crédito, enquanto 21% preferem débito e 16% carteiras digitais.

Tantas opções de pagamento disponíveis garantem que o consumidor terá uma experiência de compra com menos atrito, assim as chances de melhorar a conversão são maiores. Ele pode escolher qual forma se encaixa melhor com seu momento financeiro. E o melhor, o e-commerce ainda pode explorar novas formas de relacionamento, fidelizando e trabalhando a imagem da marca.

Por isso, vender exclusivamente pelo site do e-commerce deixou de ser a única opção disponível. A pandemia certamente mudou a forma de comprar e vender pela internet. Antes uma opção, passou a ser uma necessidade para muitos brasileiros que precisavam adquirir algum produto.

Checkout tradicional

Presente em milhares de e-commerce, o checkout tradicional consiste nos campos para preencher informações como endereço de entrega, cobrança e os dados de pagamento. Esse processo costuma ser rápido, mas tudo vai depender da infraestrutura de pagamentos escolhida pela loja. As mais completas e seguras garantem uma compra mais rápida e sem preocupações, além de permitir salvar os dados para transações futuras, caso o e-commerce tenha uma plataforma de pagamentos.

Ao longo dos anos, foram realizados diversos aprimoramentos nesse processo, tanto para quem compra como para quem vende. Os e-commerce podem contar com a facilidade de ter uma infraestrutura financeira completa integrada para gerenciar recebimentos e realizar cobranças. Assim, a gestão fica mais eficiente e evita perdas de dinheiro.

Outros métodos de pagamentos

A digitalização do mercado financeiro abriu as portas para que inovações chegassem aos consumidores em pouco tempo. Só nos últimos anos, muitos passaram a fazer parte do dia a dia. O destaque foi para o Pix, sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central. Segundo o Bacen, a adesão foi a mais rápida em todo o mundo. O volume de transações alcançou R$ 1 trilhão em apenas seis meses após a implementação, contando com 220,9 milhões de chaves cadastradas e 9,6 milhões de empresas que o aceitam.

Novos meios de pagamento aumentam a concorrência entre as empresas que oferecem, estimulando a criação de novos produtos que facilitam a vida de quem tem um e-commerce. Dessa forma, fazer uma venda vai muito além do checkout e pode ser um sistema automatizado que gera economia e eficiência.

Até mesmo alguns meios que estão no mercado há alguns anos conquistaram mais espaço no último ano, como as carteiras digitais e o QR Code. A necessidade de eliminar contato tornou os celulares ainda mais presentes na rotina. Basta aproximar o aparelho ou apontar a câmera para acessar conteúdos ou realizar pagamentos. Inclusive, o Pix utiliza o QR Code como uma das formas de pagamento ou transferência.

Como funcionam as vendas fora da página de checkout

A tecnologia permitiu que os pagamentos pudessem ser feitos de diversas formas diferentes, sem deixar de lado a segurança que todo consumidor busca em uma compra. As possibilidades vão desde pagar por carteiras digitais até por meio do seu aplicativo de mensagens favorito. Ou seja, a compra pode ser realizada sem ao menos acessar o site da empresa. O e-commerce oferece o produto ideal e, havendo o interesse, basta finalizar o pagamento onde estiver, sem sair daquela tela.

Continue a leitura para conhecer como funcionam os principais meios de pagamento que permitem que você faça vendas fora da página de checkout.

Pix

O Pix veio para transformar o modo como movimentamos dinheiro, permitindo operações em poucos segundos. Os empreendedores conseguem verificar o pagamento na hora, mantendo o controle financeiro organizado. Assim, elimina o pagamento de taxas pelos clientes e não fica preso ao horário de funcionamento bancário, pois o Pix funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Ou seja, é um ótimo jeito de conquistar aqueles clientes que ainda não se sentem seguros de utilizar cartão de crédito ou débito online. E como vimos anteriormente, o Pix já caiu no gosto dos brasileiros devido à sua facilidade de uso.

Link de pagamentos

O link de pagamentos permite flexibilidade na hora de pagar pela compra. Basta que o cliente clique no link enviado pelo vendedor para acessar a página de compra. Lá, o pagamento pode ser feito por cartão de crédito, débito ou boleto. O endereço eletrônico pode ser disponibilizado em qualquer página ou canal de contato, com WhatsApp ou Messenger do Facebook.

Essa é uma maneira rápida e prática de fechar uma venda, sem que o consumidor precise navegar no site e fazer login. Ou seja, menos obstáculos para completar a venda.

Carteiras digitais

De forma geral, as carteiras digitais são softwares ou aplicativos em que uma pessoa pode armazenar seus dados de pagamentos para realizarem compras. Atualmente, a forma mais comum é por meio dos smartphones por meio das carteiras Apple Pay, Google Pay, Samsung Pay, entre outros.

A forma mais comum de utilização é por aproximação dos aparelhos nas máquinas de cartão de crédito. Para isso, o smartphone ou outros dispositivos inteligentes precisam possuir a tecnologia NFC. Recentemente, as carteiras digitais expandiram suas operações e permitem também compras em e-commerce e aplicativos, bastando alguns cliques para finalizar já que os dados estão armazenados de forma segura na carteira.

QR Code

O QR Code foi criado em 1994, mas foi popularizado junto ao grande público somente nos últimos anos. Não somente para acessar informações, esse tipo de código também começou a ser usado para pagamentos. Algumas carteiras digitais utilizam o código para facilitar o pagamento e, recentemente, o Pix oferece um código personalizado para transações financeiras.

O código tem como principal benefício a facilidade de uso, não demandando celulares mais avançados. Basta ter uma câmera para fazer a leitura e conexão à internet.

WhatsApp Pay

Também conhecido como WhatsApp Pagamentos no Brasil, o WhatsApp Pay é a nova forma de enviar e receber dinheiro pelo mensageiro mais popular no país. A funcionalidade foi aprovada pelo Bacen em maio de 2021 e está sendo liberada aos poucos para todos os usuários. Os principais bancos já anunciaram integração com o WhatsApp Pagamentos.

Entregar uma opção de pagamentos integrada ao app mais presente na vida dos brasileiros, abre um novo leque de oportunidades para vendas. Existem alguns limites de transações como recebimentos de 20 movimentações e limite mensal de R$ 5 mil. Cada banco ou instituição financeira pode estabelecer seus próprios limites também. São aceitos pagamentos por cartão de crédito ou débito.

Aumentando as vendas com checkout fora do site

Oferecer múltiplas opções de pagamento digital é uma das melhores formas de conquistar e fechar uma venda. É importante que o consumidor esteja seguro nesse momento, então ele deve conseguir utilizar o meio que mais confia.

Hoje, a tecnologia de meios de pagamento está avançando a passos largos para entregar inovações financeiras que facilitam o dia a dia, tanto do cliente quanto de quem está à frente de um e-commerce. Entregar todos esses benefícios na hora da venda, pode fazer a diferença no sucesso de um negócio, aumentando o faturamento a médio prazo.

O checkout fora do site do e-commerce possui todas as camadas de segurança necessárias para entregar uma venda rápida e confiável. Aliada a uma infraestrutura financeira automatizada, as movimentações financeiras de cada venda podem ser gerenciadas de um jeito fácil e prático. Apenas uma plataforma completa consegue oferecer as principais opções de pagamento de forma nativa e de fácil implementação.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER