Petshop online, um modelo de negócio que pode ser certeiro!

por Rafael Martins de Oliveira Sexta-feira, 16 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 3 minutos

Segundo dados da ONG Ampara Animal, a procura por adoção de pets cresceu 50% durante a pandemia do coronavírus. Sobretudo porque, com mais tempo em casa, as pessoas puderam dedicar mais atenção a esses seres, além de contarem com uma companhia para a solidão provocada pelo isolamento social.

Mas, ter um animal de estimação requer, além de tempo e amor, investimento com:

  • banho;
  • tosa;
  • alimentação;
  • consultas com veterinário;
  • compra de itens, como roupinhas, acessórios e brinquedos.

O gasto mensal médio com pets é de R$ 177,46, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Este montante ostenta o 11º tíquete médio do Brasil e pode ser superado a partir das demandas específicas de cada pet.

Com toda essa dedicação aos companheiros, não é à toa que o Brasil figura por dois anos consecutivos como segundo principal mercado pet do planeta — fica atrás apenas dos Estados Unidos.

No mundo dos negócios, o e-commerce é um formato de vendas que registra expansão ano a ano e foi ampliado durante a pandemia. As vendas online mais do que dobraram em junho de 2020, registrando um aumento de 110% quando comparadas ao mesmo período do ano passado — segundo o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), em parceria com o movimento Compre & Confie.

Como vimos, segmento pet apresentou uma expansão, assim como o comércio por meio de computadores e celulares, e ambos devem sair fortalecidos da crise pós-Covid. Então, por que não uni-los em um modelo de negócio? O pet shop online é uma tendência que vale tanto para organizações que estão entrando no mercado quanto para empresas que já atuam com vendas em uma loja física. O modelo também é válido para operações de atacadistas e distribuidores que querem atender os lojistas de forma online.

Os benefícios dessa modalidade são inúmeros, aproveitando o novo cenário de consumo, mais aberto à adoção de pets e às compras pela Internet. Posso citar a redução de custos proporcionada por uma estrutura mais enxuta do que as lojas físicas, uma operação disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana para os clientes. Além disso, há um melhor relacionamento com o cliente, afinal, você passa a conhecê-lo por intermédio dos dados coletados. Além disso existe uma ampliação da margem de lucro em função da redução de custos diretos e indiretos se comparado a uma loja física — e o baixo custo com marketing digital.

O investimento, neste caso, consiste em colocar no ar um site próprio. E a escolha de uma plataforma de e-commerce é essencial para aumentar as chances de sucesso no mercado. Se a empresa já tem uma operação física, a plataforma deve estar conectada a um sistema de gestão. Esse será capaz de criar um estoque único, integrando as operações física e online.

Independente do modelo de negócio escolhido — e-commerce, omnichannel ou aplicativo —, ainda é possível operar no mundo pet com um comércio de pequeno e médio porte. Isso porque 70% dos itens pet são comercializados em lojas de bairro — como afirma Rafael Ballarini, presidente da Associação Nacional de Distribuidores de Produtos Pet (ANDIPET). A dica para ter sucesso é profissionalizar o negócio, de modo a superar os desafios e aproveitar as oportunidades.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.