Acesso rápido

Last-Mile: o que é e o quanto isso impacta em sua operação?

por Galleger Ilhe Quinta-feira, 19 de abril de 2018   Tempo de leitura: 5 minutos

Quando uma compra é realizada em determinada loja virtual, o processo logístico da entrega do pedido é longo e bastante importante até a encomenda chegar ao seu local de destino. Essa etapa final da entrega denomina-se como Last-Mile, ou a “Última Milha”.

Na logística do transporte de mercadorias, a etapa final Last-Mile refere-se ao transporte em que a mercadoria sai do centro de distribuição para o destino final, ou seja, para o cliente tanto B2B como B2C que adquiriu determinado produto.

O impacto na operação

É no Last-Mile que o lojista poderá mostrar a qualidade do serviço e como valoriza uma entrega bem feita e dentro do prazo estipulado. Essa também é a fase em que os consumidores mais se preocupam e encontram-se ansiosos para a chegada da compra desejada.

Por isso essa última etapa é tão importante, pois ela é decisiva para a experiência do cliente com a empresa, onde ele avaliará o tempo da entrega e as condições em que a encomenda chegou às suas mãos, o que garante suas recorrência de compra e fidelização.

Pensando em tudo isso, é nítido o quanto o Last-Mile é fundamental para uma loja virtual, pois é nessa fase, basicamente, que tornará a avaliação do consumidor positiva ou não. Contudo, o Last-Mile possui algumas dificuldades que impactam a logística de entrega e o e-commerce, como:

  • Custo alto para o lojista – A etapa é extremamente cara para o empreendedor e isso se deve à falta de planejamento logístico, ao trânsito muito intenso e até mesmo à ausência do cliente para receber a encomenda;
  • Acompanhamento do cliente – Ultimamente, apenas o código de rastreamento não é mais suficiente aos clientes. Hoje, eles esperam um acompanhamento em tempo real, ou seja, desejam ver onde o entregador encontra-se antes de entregar a sua encomenda e quando ele chegará;
  • Competência na entrega – Entregar a encomenda no local certo, para a pessoa certa e no momento certo, até no mesmo dia. Isso poderia otimizar muito essa última etapa do transporte, evitando atrasos e a chance de ocorrer algum problema no meio do caminho;
  • Orientações do cliente – Um grande problema ligado ao Last-Mile refere-se às orientações do cliente sobre a entrega. Uma Última milha sem problemas requer uma comunicação direta entre cliente e entregador, evitando conflito nas informações.

Não adianta nada ter todos os processos anteriores ao Last-Mile mais rápidos e eficazes, se a entrega final ao consumidor é demorada, mal executada, não trazendo nenhuma satisfação. É por isso que a Última milha é de extrema importância para a logística e principalmente para o e-commerce, proporcionando uma boa imagem.

Como os clientes não gostam de esperar, é preciso apostar em tecnologia e inovações para otimizar a última etapa da entrega e deixá-los satisfeitos.

Como otimizar o Last-Mile

Algumas medidas podem ser tomadas para otimizar o Last-Mile e diminuir os seus custos. Listamos aqui algumas delas:

  • Planejar toda a entrega, principalmente as rotas a serem utilizadas, sempre contando com possíveis imprevistos. Essa é uma ótima forma de manter os clientes informados;
  • Investir em tecnologia como softwares e sistemas de gestão para contribuir no planejamento das rotas. Utilizar GPS para rastreamentos e até acompanhamento em tempo real também pode ser uma boa solução;
  • Apostar em agendamento de entrega, para não correr o risco de chegar com a encomenda e o cliente não estar disponível para recebê-la, impactando ainda mais no custo;
  • Não ficar preso em apenas um fornecedor. Uma solução é negociar com outros profissionais para não deixar o cliente na mão em caso de problemas;
  • Investir em malha de distribuição, ou seja, em diversos centros de distribuição. Isso fará com que seus produtos estejam mais perto do cliente, reduzindo o tempo e o custo da entrega;
  • Ter uma sintonia entre as atividades e o tempo da entrega, pois qualquer problema pode gerar mais custos;
  • Investir em transporte coletivo pode ser uma ótima forma de diminuir os gastos;
  • Avaliar todo o processo de entrega para descobrir onde acontece mais erros e aumento de custos e o que pode ser melhorado.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.