Projeto mantido por:

Seis dicas de frete para vender mais na loja virtual

por Lucimara Leandro Quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022   Tempo de leitura: 11 minutos

O valor do frete está diretamente ligado à decisão de compra do consumidor. Tanto que levantamentos recentes revelam que o custo da entrega é responsável por 63,9% dos abandonos de carrinho.

Entretanto, baratear o preço do frete para o cliente, sem sacrificar a margem de lucro, não é tão simples quanto parece. Por isso, separamos seis dicas para baratear o frete e vender mais na loja virtual. Vamos começar?

Diversifique as opções de entrega

Diversificar as opções de entrega é uma estratégia poderosa para diminuir o valor do frete e impulsionar as vendas. Você pode fazer isso negociando diretamente com as transportadoras com as quais pretende trabalhar.

No entanto, antes de fechar qualquer contrato, é importante fazer uma pesquisa de mercado e verificar se as regras da transportadora escolhida realmente atendem às necessidades do seu negócio. Afinal, muitas delas exigem um volume de envios mensais que nem sempre é viável para pequenas e médias empresas.

Uma solução menos burocrática para diversificar as opções de envio da sua loja virtual é usar as plataformas de cotação de frete para e-commerce. O principal diferencial dessas ferramentas é que você consegue cotar o frete simultaneamente em diferentes transportadoras e escolher aquelas que oferecem as condições mais vantajosas.

Dependendo da empresa, não é necessário pagar mensalidades, nem manter um volume específico de envios. E o lojista ainda tem acesso a fretes com valores mais competitivos do que os praticados no balcão das transportadoras. Por isso, essas plataformas de cotação de frete são uma excelente alternativa para quem precisa baratear o frete para vender mais online.

Diminua os custos com trocas e devoluções

Pedidos de troca e devolução podem virar um pesadelo para os lojistas que vendem pela Internet, principalmente para quem não possui uma estratégia de pós-venda bem estruturada. Por isso, listamos alguns cuidados que você precisa adotar no seu e-commerce:

Logística reversa

A logística reversa é uma prática que ocorre toda vez que o cliente decide trocar ou devolver um produto para a sua loja online. Como o lojista é responsável por arcar com os custos do frete reverso, se esse tipo de situação acontecer com frequência, o negócio pode ter prejuízos.

Por isso, é importante planejar as finanças para arcar com esses custos adicionais. Para diminuir os gastos com envios reversos, utilize ferramentas gratuitas de logística reversa. Assim, você consegue contratar envios com valores mais competitivos e investir mais em campanhas de frete.

Política de trocas, devoluções e reembolso

Estabelecer políticas de trocas, devoluções e reembolso evita muita dor de cabeça para você e para o cliente. Antes de definir as diretrizes que serão adotadas no seu e-commerce, conheça as normas legais e siga as orientações do Código de Defesa do Consumidor (CDC). Só assim você será capaz de criar um texto claro e didático.

Coloque as informações em um local de destaque e de fácil acesso dentro do site. Dessa maneira, o consumidor fica ciente dos seus direitos e deveres. Ter uma política de trocas, devoluções e reembolso previne problemas jurídicos, financeiros e ainda ajuda a aumentar as vendas. Afinal, a tendência é de que as pessoas se sintam mais seguras ao comprar em e-commerces que oferecem mais garantias.

Rastreamento de encomendas

O rastreio de encomendas é outra ferramenta de pós-venda que ajuda a diminuir o número de devoluções. Com o rastreio online, lojista e cliente podem acompanhar a movimentação da encomenda.

Dessa maneira, o destinatário consegue se programar para receber o produto na data indicada e evita situações como reentrega ou devoluções, que ocasionam gastos extras para o vendedor.

Já o lojista é capaz de agir rapidamente em casos de extravios ou atrasos, a fim de solucionar o problema e evitar a insatisfação do cliente. Portanto, se você quer vender mais, aposte no rastreio de encomendas.

Ofereça frete grátis ou descontos na entrega

Enquanto o frete caro afasta os consumidores, descontos na entrega ou envios gratuitos chamam muita atenção da clientela, mas esse tipo de campanha requer alguns cuidados. Afinal, sair por aí oferecendo frete grátis pode sacrificar a margem de lucro da sua loja virtual.

O segredo para não levar prejuízo é usar ferramentas que calculam automaticamente se é viável ou não oferecer entrega gratuita. Dessa forma, fica mais fácil criar campanhas de frete lucrativas e aumentar as vendas.

Aumente o ticket médio

O ticket médio é um indicador-chave que permite avaliar o quanto os clientes costumam gastar em cada pedido. Inclusive, por meio dessa métrica, o lojista é capaz de criar campanhas promocionais ou de frete grátis mais assertivas.

Entretanto, manter o ticket médio alto não é uma tarefa simples, principalmente para quem vende mercadorias com valores menores. Por isso, separamos algumas estratégias para estimular o consumidor a comprar mais. Confira:

  • Up-selling: a intenção dessa técnica é fazer o consumidor comprar uma versão mais recente ou completa do produto que ele pretendia levar para casa. Isso ajuda a elevar o ticket médio, pois a tendência é que versões mais atuais de um produto custem mais caro.
  • Cross-selling: nesse caso, a proposta é oferecer para o cliente produtos relacionados ao item em que ele está interessado. Por exemplo, se você estiver vendendo um notebook, vale sugerir a compra de acessórios como teclado e mouse.
  • Desconto progressivo: conceder descontos progressivos também é uma forma eficiente de estimular o cliente a comprar mais. Por exemplo, “compre 4 peças e ganhe 10% de desconto” ou “compre 8 peças e ganhe 20% de desconto”.
  • Kits de produtos: essa estratégia é bastante eficiente para aumentar as vendas. Você pode escolher itens que estão “encalhados” no estoque e incluí-los nos kits ou aproveitar datas comemorativas para criar combos especiais.

A dica é sempre escolher mercadorias que se relacionem. Um exemplo clássico são as lojas de perfumaria que costumam vender produtos relacionados no mesmo kit, como: “hidratante corporal + refil + body splash”.

Escolha as embalagens com cuidado

Se você pretende usar o frete para vender mais na sua loja virtual, escolha as embalagens com atenção.

Na hora de determinar o valor do frete, as transportadoras comparam o peso real do produto e o peso cúbico, que é o espaço que a encomenda ocupa dentro dos veículos de transporte. Nesse sentido, escolher embalagens muito grandes e pesadas tende a encarecer os envios.

Por isso, prefira embalagens leves, que sejam adequadas ao tamanho do produto e garantam a proteção da mercadoria durante a entrega.

Invista em estratégias de marketing digital

Apesar de não ser propriamente uma dica de frete para o seu e-commerce, o marketing digital deve ser usado para divulgar as opções de envio da sua loja online. Vale investir em estratégias como e-mail marketing, tráfego orgânico e anúncios pagos nas redes sociais.

Outra dica é usar técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para posicionar o seu site nos motores de busca. Assim, é possível chamar a atenção da clientela e potencializar as vendas.

Gostou das dicas? Você já utiliza alguma dica de frete para vender mais online? Conte para gente nos comentários.

Leia também: Como planejar os custos de frete no e-commerce?

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER