Vitrines autônomas: conheça a nova tendência no comércio eletrônico

por Rodrigo Schiavini Segunda-feira, 03 de fevereiro de 2020   Tempo de leitura: 7 minutos

Já imaginou se a sua loja virtual pudesse ter vitrines que trocam de posição de modo automático sem a necessidade de analista interno para cuidar e configurar? Isso já existe! São as vitrines autônomas.

Elas ainda são uma novidade no mercado, mas já estão fazendo a diferença na vida dos consumidores, varejistas e demais profissionais de e-commerce. Funcionam como as vitrines personalizadas, só que de forma autônoma. Isso é possível graças ao uso de inteligência artificial. Continue a leitura e entenda como.

O que são e como funcionam as vitrines personalizadas?

Para entender o que são as vitrines autônomas, é preciso antes de tudo compreender o que são as vitrines personalizadas. Talvez você já tenha ouvido falar disso e muito provavelmente já se deparou com elas enquanto navegava em alguma loja virtual à procura daquele produto que queria.

As vitrines personalizadas são chamadas assim, porque são diferentes e personalizadas para cada consumidor. Elas recomendam os produtos de acordo com suas necessidades e interesses.

Sabe quando você entra em uma loja virtual para procurar um tênis e de repente começam a aparecer vitrines de recomendação como “É do seu gosto? Então veja produtos similares”, “Quem comprou, comprou também”, ou “O que os clientes estão vendo agora”? Então, essas são as vitrines personalizadas.

Elas são criadas com base em análises da navegação do usuário e sugerem os itens de maior relevância para ele. Isso desperta o interesse, melhora a experiência de compra e faz com que passe mais tempo dentro do site.

Por que as vitrines autônomas são ainda mais eficientes?

Atualmente, os internautas prezam cada vez mais pela exclusividade, tanto é que, segundo uma pesquisa realizada pela consultoria digital Accenture, 60% dos consumidores desejam receber descontos e ofertas personalizadas nas lojas virtuais. Mas quando as vitrines da loja são autônomas, a personalização se torna
ainda melhor!

Por conta da inteligência artificial, essas vitrines são montadas e distribuídas no site de modo automático, sem precisar de um profissional específico para isso. O robô analisa todos os passos do consumidor e, dessa forma, escolhe as vitrines, os itens de maior relevância para ele e até a posição em que serão exibidas.

Funciona assim

Quando a inteligência artificial entra em funcionamento, ela já coloca algumas vitrines dentro da loja virtual, seja na home, na página de produtos, nas categorias, no carrinho de compras etc. Dessa forma, assim que o usuário começa a navegar no site, as vitrines já estão funcionando em alguns lugares estratégicos escolhidos por ela. É possível que, ao entrar na home, apareça para o consumidor a vitrine “mais vistos” na parte de baixo, quase no rodapé, com os produtos relevantes para ele.

Mas o robô faz análises o tempo todo e se, por acaso, ele perceber que a taxa de conversão dessa vitrine não está muito boa, pode automaticamente colocá-la em outra posição e substituí-la pela “mais vendidos”, por exemplo. Ele faz o monitoramento em tempo real e vai manipulando as vitrines de modo a alcançar a máxima conversão dentro das lojas virtuais, tudo de forma autônoma.

Vantagens das vitrines autônomas

Essas análises e trocas de posições também são feitas nas vitrines personalizadas, mas não ocorrem de forma autônoma. É preciso um profissional para configurar a ferramenta, um para analisar o desempenho das vitrines e outro para trocá-las de lugar, caso seja necessário.

Geralmente, são feitos testes A/B, em que vitrines diferentes ficam se alternando e trocando de lugar. Depois de um determinado período, sai um relatório dizendo qual das vitrines mais converteu em cada posição. A partir dessa informação, um analista fixa as vitrines nas posições em que deverão começar a funcionar.

Mas imagine quanto tempo leva até que todo esse processo seja finalizado e até que outros testes como esse sejam realizados. Com a inteligência artificial, os testes e análises são feitos constantemente, 24h por dia, e as vitrines, por serem autônomas, são capazes de se montar e trocar de posição sozinhas sempre que necessário.

Por isso, são mais eficientes e proporcionam uma experiência de compra muito melhor, fazendo com que os usuários permaneçam mais tempo no site e acessem mais páginas por sessão. Dessa forma, é possível reduzir drasticamente a taxa de rejeição, como mostram os indicadores de resultados abaixo:

Percebeu que a inteligência artificial não é mais coisa do futuro, né? Ela já está entre nós, revolucionando o comércio eletrônico. E a sua loja, já faz parte dessa nova era?


Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!

Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica? Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.