Acesso rápido

5 estratégias simples para otimizar seu tempo na gestão do e-commerce

por Lucas Vidal Segunda-feira, 13 de junho de 2016

Dados fora de controle, imprecisos e mal geridos podem afetar toda a operação dos negócios, inclusive ao demandar tempo extra de gestores para lidar com retrabalho, ajustando todo o impacto dessa visão distorcida. Tempo, claro, desperdiçado e improdutivo, já que os gestores precisam parar de focar em resultados para poder corrigir falhas.

O papel de um bom gestor é identificar tais falhas nos processos e, dessa forma, aperfeiçoá-los até alcançar melhor eficiência e produtividade: automatizando o que for possível e focando, realmente, na gestão de seu e-commerce.

Ter noção e visibilidade do que comercializa, de seu estoque, além de gerenciar múltiplos marketplaces de forma ágil e centralizada são alguns dos itens que devem nortear qualquer gestor de e-commerce que pretende otimizar seu próprio tempo.

Para quem tem dúvidas, separei abaixo uma lista com os 5 pontos que considero fundamentais para quem deseja começar a otimizar melhor o próprio tempo durante a gestão de sua loja virtual. São eles:

1. Melhorar a gestão de estoque
Um problema comum que gestores enfrentam diz respeito à gestão de estoque. Quando mal gerido, pode demandar horas extras na organização dos produtos com maior ou menor saída, quando não provocar equívocos, tais quais vender um produto em um marketplace, mas que já está esgotado em outro lugar.

Resultado? Além de não “pegar bem” para o lojista e a marca, há uma perda de tempo adicional para entender o problema e definir uma solução para o cliente.

Por isso, um gestor capaz de visualizar de forma clara o seu estoque tende a se posicionar melhor e tomar decisões mais ágeis e assertivas que seus concorrentes.

2. Reduzir o tempo gerindo a entrega
A gestão da entrega é outro problema. Transporte, cálculo de frete, atualização do pedido e etc: tudo isso, em um processo não automatizado, pode demandar um tempo absurdo do gestor, e se estiver associado a diferentes marketplaces, então, a situação fica mais difícil.

Melhor aqui é optar por automatizar esse processo e agilizar todo o desenrolar da gestão de entrega. Além da rapidez, a automatização garante segurança e contribui para a satisfação do cliente com a marca.

Fora isso, como o frete pode ser personalizado para diferentes regiões geográficas, é possível acompanhar o pedido e entrega por menos tempo onde o processo for mais rápido e mais tempo apenas nas regiões que demandarem maior deslocamento. É sem dúvida um melhor aproveitamento de tempo e ganho de produtividade.

3. Aprimorar canais de comunicação com o cliente
E-commerces bem-sucedidos na gestão de tempo tendem a manter um excelente planejamento e pós-venda.  Portanto, invista no seu relacionamento com o cliente e mantenha uma comunicação limpa e transparente com ele. Este passo é um item fundamental para sua empresa não voltar à estaca zero – e acabar tendo que reconquistar um antigo cliente. E vale lembrar que uma reconquista custa mais e é mais trabalhosa do que investir em manter o cliente dentro de casa.

Essa antecipação, ao resolver problemas de forma eficiente, ajuda a empresa a não perder muito mais tempo no futuro com reabertura de chamados mal resolvidos e que sejam frutos de problemas acumulados.

4. Trabalhar com dados confiáveis
Se há um problema capaz de fazer empresas perderem muito tempo na gestão do e-commerce, é trabalhar com dados descentralizados e pouco confiáveis. A empresa perde tempo com retrabalho porque seus relatórios simplesmente não batem.

Poupar tempo envolve poder contar com informações idôneas e compatíveis e que se comuniquem umas com as outras de forma plena, sem problemas e desvios.

Empresas com processos automatizados, desde que por meio de softwares seguros, podem usufruir desses dados mais confiáveis e poupar um belo tempo no acompanhamento do e-commerce.

5. Centralizar a gestão de diferentes marketplaces
E-commerces que possuem operação em diferentes marketplaces enfrentam outro problema: gerir informações descentralizadas de, não só um, mas de todos os marketplaces onde estão. São produtos diferentes, taxas diferentes, resultados diferentes, mas um só estoque, um mesmo direcionamento e gestão.

Há serviços de inteligência em marketplace que podem ajudar muito quem pretende estar presente e expor seus produtos do e-commerce para diferentes mercados em diferentes marketplaces – e de forma automatizada. Com baixo investimento e alto retorno, eles podem ajudar a manter a exposição do produto para um grande número de pessoas, mas de forma que seja possível gerir tudo em um único lugar.

Seguindo esses passos, acredito que será possível que você encontre aquilo que tem tomado seu tempo na gestão do e-commerce e poderá adotar medidas que façam seu tempo ser melhor gerenciado, focando naquilo que realmente demanda sua presença e visão de negócio!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.