Planejamento estratégico do e-commerce: quais áreas priorizar em 2021?

por Rodrigo Martucci Terça-feira, 06 de abril de 2021   Tempo de leitura: 7 minutos

O planejamento estratégico do e-commerce assume ainda mais importância este ano, após um 2020 tumultuado pela pandemia da Covid-19 e pela mudança do comportamento de consumo da população, que tomou gosto pelas compras online em razão da praticidade, segurança e rapidez.

Várias pesquisas vêm confirmando essa preferência. Levantamento da Criteo revela que 56% dos brasileiros compraram pela primeira vez no e-commerce durante a pandemia e que 94% deles pretendem manter esse hábito.

Listei as áreas prioritárias para fazer o planejamento do e-commerce para 2021. Descubra quais são elas!

Experiência do usuário

A pandemia mostrou aos empresários que o e-commerce é uma parte necessária do negócio, e que ter uma experiência do usuário diferenciada e atraente é uma forma de se fortalecer no mercado digital pós-Covid.

Quanto mais alto o número de pessoas comprando online, mais oportunidades são geradas, mas também há maior concorrência. Em 2021, o trabalho de criar uma experiência de compra diferenciada será ainda mais essencial para prender a atenção do consumidor e fazer com que ele volte ao site.

Isso significa entregar uma navegação personalizada, ter um check-out eficiente e descomplicado, uma busca rápida e um site adaptado a dispositivos móveis. Uma experiência do usuário completa também se preocupa em ir além dos limites digitais, focando na entrega do produto, no unboxing e no relacionamento após a venda.

Leia também: Planejamento: otimize os investimentos na divulgação do seu e-commerce

Esse envolvimento com os consumidores só trará benefícios para a empresa, a começar pelo impacto positivo na percepção da marca. Também ajudará a entender melhor o público, seus produtos ou serviços, aumentará as taxas de conversão e a fidelidade dos clientes.

Marketing

Ter uma estratégia de marketing planejada é um bom começo para 2021. Essa organização deve contemplar todas as datas comemorativas importantes para o nicho de e-commerce.

Depois de selecionar as datas que serão trabalhadas, vá para a próxima etapa do planejamento, que é pensar em ideias de campanhas, se reunir para sessões de brainstorming e escrever briefings para a equipe. Todo esse processo exige antecedência, por isso é preciso estar atento ao calendário promocional.

Além das datas comemorativas, o planejamento de marketing deve contemplar ações para promoções, lançamentos de coleções, marcas, produtos e serviços. Para que as campanhas engajem a sua base e seja possível fazer análise de resultados, utilize ferramentas de e-mail e plataformas de automação de marketing.

Conteúdo

O comércio eletrônico que não entregar conteúdo valioso para a sua comunidade em 2021  estará perdendo posição de mercado. O marketing de conteúdo é uma importante estratégia para aproximar a marca do público e será a peça-chave na construção de autoridade no segmento e confiança.

A estratégia de conteúdo deve estar focada em responder as dúvidas do público-alvo nos canais digitais – seja blog, redes sociais, por áudio ou vídeo –, auxiliando na jornada de compra.

Quando o conteúdo está ajustado às demandas das personas, naturalmente o site conseguirá leads e tráfego orgânico, fechando o ciclo de credibilidade e fidelidade, auxiliando até a aumentar as taxas de retenção de clientes.

Logística

Uma logística para e-commerce eficiente é um dos pontos fortes da empresa dentro do que chamamos de “economia da experiência”, na qual a customer experience é essencial para o sucesso de uma loja virtual.

A eficiência deve começar pela velocidade da entrega, com o menor tempo possível entre a compra e a chegada do pedido ao cliente. Sendo assim, frete expresso, entrega no mesmo dia ou em até 48 horas e retirada em loja física são as soluções que devem constar do planejamento para e-commerce.

Trabalhar com mais de uma modalidade de envio também se faz necessário. O cliente precisa ter opções, por isso disponibilizar apenas a entrega pelos Correios já não é mais suficiente. Transportadoras, retirada em loja física ou em lockers e delivery por vários modais, além de fornecer o rastreamento do pedido, ajudam a enriquecer a experiência do usuário e contribuem para a retenção.

A embalagem é outro ponto de atenção no planejamento. Além dos aspectos estéticos, ela deve ser resistente para manter o produto íntegro e ser de material e tamanho adequados aos artigos comercializados no site.

Atendimento

Como o atendimento é a ponte entre a empresa e os consumidores, é fundamental que tenha um funcionamento dinâmico, empático e resolutivo. Um SAC desorganizado e que mal consegue resolver as demandas dos clientes é um reflexo de que a operação da loja vai mal e precisa urgentemente de atenção.

Atender bem significa ser educado, transparente e saber solucionar problemas o mais rápido possível. A equipe de atendimento precisa de treinamento constante para conseguir desempenhar seu trabalho, seja no chat do site, no aplicativo, nas redes sociais ou por telefone. Por falar nisso, o SAC deve estar em todos os canais para cobrir as demandas dos compradores.

Fazer um bom planejamento estratégico do e-commerce vai garantir sobrevivência no meio digital em mais um ano que promete ser de desafios. Está preparado?

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.