Black Friday 2020: prepare seu e-commerce em 5 passos

por Rodrigo Martucci Terça-feira, 06 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 4 minutos

Se o assunto Black Friday 2020 parece distante para você, é hora de rever seu calendário. Gestores de e-commerce devem começar já a planejar suas estratégias de vendas e comunicação para a data promocional tão aguardada pelos consumidores.

Neste artigo, separei cinco etapas cruciais que você deve cumprir antes e durante a Black Friday 2020. Veja só!

1 – Estoque

Faça compras antecipadas e abasteça o estoque para que a loja seja capaz de atender todos os pedidos. Para a Black Friday 2020, foque mais em quantidade, e menos em variedade, levando em consideração tendências de mercado e histórico das datas passadas.

Uma ideia é se concentrar em alguns produtos e oferecer descontos agressivos, pois sabemos que não é viável fazer isso com todos os artigos que você vende. Além disso, baixe os preços dos itens que estão parados no estoque para liberar espaço nas prateleiras e fazer capital de giro.

Converse com os fornecedores para conseguir ótimos preços nos produtos-chave da Black Friday 2020 no e-commerce e, assim, ampliar a margem de lucro. Você até pode tentar negociar parcerias para auxiliar na divulgação em mídia paga.

2 – Campanhas antecipadas

Fazer pré-campanhas vem dando muito certo nas últimas temporadas, por isso antecipe-se. Não espere o dia da Black Friday para informar as ofertas aos consumidores.

As campanhas antecipadas funcionam como gatilhos para os clientes e são bastante aguardadas. Você pode fazer um brainstorm com a sua equipe para reunir ideias de como manter a sua base engajada antes mesmo da própria sexta-feira de descontos. Que tal ter um produto promocional por dia no mês de novembro, até a data da Black Friday?

Outra possibilidade é oferecer acesso a ofertas antecipadas aos clientes que se cadastrarem em uma landing page. 

3 – Infraestrutura do site

Preparar o site para o aumento de visitas simultâneas é essencial para quem vai aderir à data. Não importa se os preços estão imperdíveis ou se a estratégia de mídia paga está impecável; se o e-commerce estiver fora do ar, de nada terá adiantado.

Para evitar que o site caia, antecipe simulações para entender qual a capacidade máxima de acessos. Com essa informação, você poderá traçar estratégias para evitar que isso aconteça.

Além disso, projete seu site para ser responsivo e se adaptar ao tamanho da tela em que está sendo visualizado. Esse aspecto é valorizado pelos usuários que acessam por dispositivos móveis, pois torna a navegação confortável e rápida. Sem contar que o Google dá prioridade nos resultados de busca para os sites com versão mobile.

Dados internos do Google mostram que 70% das buscas por produtos são feitas de dispositivos móveis. Pesquisa da Provokers aponta que, para 13% das pessoas, a experiência de navegação do site em mobile é o atributo mais importante na hora da compra.

4 – Estratégias de carrinho abandonado

Assim como as vendas aumentam na Black Friday, os índices de abandono de carrinho também. Por isso, invista em estratégias para recuperar esses clientes e confirmar a conversão.

Aja o mais rápido possível e utilize técnicas de convencimento, como concessão de frete grátis, cupom de desconto e avisos de que o estoque está no final e o produto pode acabar.

5 – Atendimento ao cliente

Invista na experiência do usuário no e-commerce, pois ela é um dos fatores que incentiva a recompra. Pense em todas as etapas da venda, no número de cliques necessários para a conversão, na velocidade de carregamento, na usabilidade e facilidade de encontrar as informações. Ajuste o que for necessário para encantar o cliente desde o começo da jornada.

A atuação do pessoal de atendimento ao cliente é ainda mais importante na Black Friday. Se for preciso, reveja o tamanho da equipe e treine os novos integrantes a tempo para que eles saibam o que fazer em diversos cenários.

Invista em diferentes canais de comunicação, como chat na loja, WhatsApp, e-mail e redes sociais, para ampliar a cobertura de atendimento e não deixar nenhum consumidor desassistido.

Considere também que, em razão da pandemia da Covid-19, a Black Friday 2020 será um pouco diferente. Muitos consumidores farão suas primeiras aquisições na data de forma online e boa parte das pessoas vai utilizar o período para antecipar as compras de Natal.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.